Ibovespa: ações do índice e como investir

Por Redação Onze

Quer investir nas ações do Ibovespa? É possível montar uma carteira de ativos a fim de alcançar a mesma rentabilidade do índice, que é o mais importante da bolsa de valores. 

Mas, antes de iniciar o investimento, é preciso compreender como funciona o índice, sua importância no mercado de ações e como fazer aplicações nele.

Além de conhecer as principais ações que fazem parte do Ibovespa, explicaremos o passo a passo para investir em ETFs  — fundos que investem justamente nos ativos do índice. 

Quer aprender sobre o assunto? Então, siga com a leitura do guia e desvende as ações do Ibovespa.

Importância do Ibovespa no mercado de ações

O Ibovespa é o índice que indica o desempenho das ações mais negociadas na bolsa de valores brasileira, a B3. Ele existe desde 1968 e funciona como um termômetro do mercado de ações que reflete o comportamento dos investidores. 

Portanto, o índice é fundamental para quem investe na renda variável, uma vez que apresenta as oscilações do mercado como um todo. Assim, acompanhá-lo é o primeiro passo para tomar decisões assertivas ao negociar ativos financeiros.

Mas antes de avaliar o Ibovespa, é preciso compreender como ele funciona. O índice é uma carteira teórica de ações composta por 65 ações de 61 empresas. 

Esses ativos são aqueles que possuem maior volume de negociação na B3. E as ações que integram o Ibovespa têm pesos diferentes, de acordo com o volume, e portanto influenciam mais ou menos no cálculo.

O grupo de empresas que compõem o Ibovespa é atualizado a cada quatro meses pela Bolsa de Valores. Já a cotação do índice é atualizada a cada 30 segundos todos os dias nos horários dos pregões.

Quais são as principais ações do Ibovespa? 

Conforme vimos, as ações do Ibovespa são uma seleção dos ativos mais negociados na bolsa nos meses mais recentes. No site da B3, é possível verificar quais são as empresas que integram o Ibovespa do período e a participação de cada uma. 

A seguir, veja quais são as sete principais ações do Ibovespa, de acordo com dados da carteira teórica do quadrimestre de maio a agosto de 2020:

  1. VALE3 (Vale): 10,155%
  2. ITUB4 (Itauunibanco): 7,414%
  3. BBDC4 (Bradesco): 5,612%
  4. PETR4 (Petrobras): 5,610 %
  5. B3SA3 (B3): 5,405%
  6. PETR3 (Petrobras): 3,783%
  7. ABEV3 (Ambev): 3,395%.

Como investir nas ações do Ibovespa

O investimento nas ações do Ibovespa pode ser feito por meio de ETFs. É a sigla para exchange traded funds, ou fundos negociados na bolsa. 

De forma resumida, os ETFs do Ibovespa são compostos pelas mesmas ações que integram o índice. Por isso, a rentabilidade e o desempenho dos fundos sempre acompanham as variações do Ibovespa.

Para investir em ETFs, é preciso abrir conta em uma corretora, transferir os valores que você deseja aplicar e escolher o fundo. É necessário emitir a ordem de compra no home broker, plataforma disponibilizada pela corretora. 

Para isso, basta procurar pelo código do ETF desejado. Há quatro ETFs que usam o Ibovespa como referência. A seguir, descubra as principais características dos fundos:

BOVV11

O BOVV11 tem como gestor o Itaú Unibanco e existe desde 2016. A taxa de administração é de 0,30% ao ano, e o patrimônio líquido do fundo é de 5,7 bilhões, de acordo com dados de junho de 2020. Por investir no mínimo 95% do patrimônio em ações do Ibovespa, a performance do fundo está sempre atrelada ao índice.

BOVA11

O BOVA11 é o ETF maior e mais popular da B3. Lançado em 2008, o fundo é gerido pela Black Rock Brasil, empresa americana, e aplica no mínimo 95% em ações do Ibovespa. Para investir no BOVA11, é preciso pagar uma taxa de administração de 0,30% por ano. Entre os principais ativos do fundo, destacam-se a VALE3, ITUB4, B3SA3 e PETR4.

BOVB11

Outro ETF do Ibovespa é o BOVB11. Ele é mais recente: foi criado em 2019 e é gerenciado pelo Bradesco Asset. A taxa de administração é menor em relação aos outros fundos: 0,20% ao ano. 

XBOV11

Por fim, o XBOV11 é um fundo gerenciado pela Caixa e existe desde 2012. A taxa de administração é a mais alta entre os quatro fundos: 0,50% ao ano.

E aí, entendeu como funciona a Ibovespa e suas ações? Agora você já pode começar a investir. 

Lembre-se de escolher uma corretora com credibilidade no mercado para intermediar as suas aplicações. Também fique atento às taxas cobradas para avaliar a rentabilidade dos seus investimentos.

Se você gostou das dicas deste artigo, compartilhe. Acompanhe outros conteúdos do blog e aprenda a fazer o seu dinheiro crescer com investimentos focados no longo prazo.