Fundo de ações: como funciona, vantagens e tributação

Por Redação Onze

Fundo-de-ações

Como funciona um fundo de ações

Um fundo de ações é um tipo de fundo de investimento. Com ele, investidores interessados em destinar parte de seu capital à compra e venda de ações podem terceirizar essa gestão.

Para isso, basta criar conta em uma corretora, analisar as opções disponíveis, escolher um fundo e fazer um aporte, que normalmente tem um valor inicial mínimo de, pelo menos, R$ 1.000,00.

A partir daí, a gestão fica responsável pela análise de empresas e do mercado, pela definição de estratégias e pela distribuição de recursos buscando a melhor rentabilidade.

Em um fundo de ações, o gestor monta sua estratégia com foco na superação do desempenho do Ibovespa, o principal índice da bolsa brasileira. Para isso, ele acompanha o mercado, analisa balanços e realiza diferentes operações para se posicionar nas empresas mais lucrativas do mercado.

Para desempenhar essa função, o gestor cobra uma taxa de administração e, quando é bem-sucedido, de performance.

Em geral, um fundo de ação deve ter, no mínimo, 67% dos recursos alocados na bolsa de valores. A carteira pode ser composta de ações, cotas de fundos de ações ou de índice de ações, certificados de depósito de ações ou até recibos de ações negociadas no exterior. Os outros 33% do patrimônio podem ser aplicados em ativos financeiros variados.

Existem diferentes tipos de fundo de ações, e o desempenho de cada um está ligado à estratégia adotada pelo gestor.

Vantagens do fundo de ações

A seguir, confira os principais benefícios de investir em fundos de ações:

Gestão profissional

Como vimos, uma gestão profissional é uma das grandes vantagens do fundo de ações.  As tomadas de decisões ficam a cargo do gestor, responsável pelas estratégias e movimentações da carteira.

Praticidade

A facilidade em investir em ações de diversas empresas é outra das vantagens. Com um fundo, você pode fazer isso sem se dedicar tanto a ler balanços, analisar cenários e descobrir as melhores oportunidades do mercado.

Pagamento de impostos

Quem opera diariamente comprando e vendendo ações precisa se preocupar em monitorar a incidência de tributação em suas operações. Mas quem investe por meio de um fundo, não: o pagamento do Imposto de Renda ocorre apenas no resgate, com uma alíquota fixa de 15%, independentemente do prazo.

Bons gestores à disposição

O mercado brasileiro conta com bons gestores de fundos de ações. Muitos deles conseguem superar o índice de referência, o Ibovespa.

Mas não adianta escolher qualquer um. É preciso analisar com cuidado como pensa o gestor e se a sua filosofia de investimentos combina com a dele. Para descobrir, confira entrevistas no YouTube e em veículos especializados.

Diversificação

Com um fundo de ação, você pode diversificar seus ativos. Dependendo do fundo que escolher, a carteira pode ter papéis de um grande número de empresas que, via de regra, apresentam bons resultados no mercado.

E o melhor: você pode fazer esse investimento em diferentes companhias sem necessariamente desembolsar um grande valor. Afinal, o seu ingresso será por cotas.

É claro que, quanto maior a sua participação, maior será o seu retorno em caso de valorização (ou prejuízo, no caso de desvalorização).

Tributação em fundo de ações

A tributação em um fundo de ações não tem mistérios. Veja três detalhes importantes que resolvem as suas dúvidas:

IOF

O IOF, Imposto sobre Operações Financeiras, é um dos vilões dos fundos de renda fixa e multimercados. Para resgates em prazos inferiores a 30 dias, a incidência dele pode até assustar, já que a alíquota parte de 96% em um dia e diminui até o zero no dia 30.

Imposto de Renda

O Imposto de Renda é cobrado apenas sobre a rentabilidade, com alíquota fixa de 15%, e ocorre no resgate das cotas.

Come-cotas

Outro dos vilões dos fundos de investimento, o come-cotas não tem vez em um fundo de ações. Responsável por antecipar o recolhimento dos impostos, esse elemento prejudica a rentabilidade de quem investe no longo prazo em outros tipos de fundos.