Como fazer uma planilha financeira para organizar seu dinheiro

Por Redação Onze

planilha-financeira

Como fazer uma planilha financeira em 3 passos?

A planilha financeira é uma ferramenta de gestão de renda que auxilia a estabelecer uma relação mais próxima entre as pessoas e o próprio dinheiro.

Ela funciona como um relatório, registrando todas as movimentações econômicas do indivíduo. A partir desse diagnóstico, é possível entender exatamente como o orçamento pessoal é composto e, então, traçar estratégias para que os sonhos sejam alcançados.

Ainda sem saber muito bem por onde começar? Montamos um passo a passo para você criar a sua própria tabela e comprovar que é viável melhorar o gerenciamento das finanças e ir mais longe.

1. Defina o modelo

Existem diferentes tipos de planilha financeira. O importante é que você encontre aquele que mais se adapta ao seu propósito. O modelo mais comum é o de gastos mensais, que ajuda a controlar o orçamento durante o mês vigente. Mas esse não precisa ser, necessariamente, o método adotado por você.

É possível criar uma planilha para administrar suas contas a pagar, por exemplo. Assim, você dispõe seus compromissos conforme a data de vencimento de cada boleto.

2. Mantenha a organização

Independentemente do tipo escolhido, procure manter todas as informações muito bem organizadas para facilitar a leitura e a definição das estratégias a serem seguidas.

Uma dica que parece batida, mas que faz toda diferença, é agrupar os dados em categorias. Por exemplo, se você adotar um modelo de orçamento doméstico mensal, separe suas despesas, sejam elas fixas, sejam eventuais, em grupos bem determinados.

Alimentação, saúde, moradia, lazer e transporte são algumas das opções que costumam ser mais utilizadas e que funcionam bem. A ideia, aqui, é adequar as categorias à sua realidade.

3. Tenha em mente um objetivo

Para que uma planilha financeira justifique a sua razão de ser, é fundamental que exista um objetivo por trás dela. Não que o fato de controlar as suas economias, por si só, não seja importante, mas ter uma meta vai fazer do seu hábito de poupar algo muito mais interessante.

Assim, você consegue ter uma noção mais clara de quanto precisa economizar para viabilizar seu sonho dentro do prazo desejado.

Onde fazer uma planilha financeira?

Depois das dicas que viu até aqui, você já está apto para criar a sua própria planilha de controle de gastos. A questão que fica faltando é definir qual plataforma utilizar.

Existem diversas opções para você fazer a sua tabela financeira, desde aplicativos que ajudam a controlar o seu dinheiro até soluções mais conhecidas, como o Excel e o Google Planilhas.

Se você optar pelas alternativas mais tradicionais, as próprias desenvolvedoras dos softwares têm tutoriais bem didáticos de utilização das ferramentas. Estamos falando da Microsoft e do Google.

A vantagem dos aplicativos é que, além da possibilidade de criação de tabelas, eles têm outros recursos que podem ser úteis no seu dia a dia, como a sincronização de dados bancários e os avisos de contas a vencer, por exemplo.

Se você preferir, também existem soluções prontas na internet. O site do Índice Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) é uma opção. A página tem disponível uma planilha de orçamento doméstico que pode ser baixada gratuitamente.

Por que fazer uma planilha financeira?

Tudo na vida fica mais fácil de compreender quando você organiza em esquemas ou qualquer outro arranjo que facilite a visualização e a análise dos dados.

E é exatamente isso que as planilhas de controle de gastos propõem para as suas finanças pessoais. Ao entender melhor para onde vai o seu dinheiro, é possível estabelecer eventuais mudanças de rumo para adequar a sua realidade aos seus objetivos.

Além disso, elas também podem ser adotadas para situações específicas, como a renegociação de dívidas. A questão não é, exclusivamente, sobre cortar despesas, mas desenvolver hábitos financeiramente saudáveis e incrementar a sua qualidade de vida.

Vantagens da planilha financeira

A seguir, enumeramos algumas das principais vantagens de se fazer uma planilha financeira:

  • Entender a sua realidade financeira
  • Evitar um comprometimento de renda acima das suas possibilidades
  • Lembrar das suas prioridades orçamentárias
  • Cortar gastos desnecessários
  • Fazer um uso mais consciente dos seus recursos
  • Controlar as compras por impulso
  • Criar uma disciplina financeira
  • Desenvolver hábitos financeiros mais saudáveis
  • Vislumbrar possibilidades de aplicação do seu dinheiro.
  • Ajudar a alcançar os seus sonhos.

Diante de tantos benefícios, fazer uma planilha financeira parece ser uma ótima decisão, não é mesmo? Outra escolha que pode ajudar você a melhorar a sua relação com o dinheiro é ficar sempre de olho e acompanhar as novidades do blog da Onze!