Simulador de renda fixa: como projetar a rentabilidade ao investir?

Por Redação Onze

Simulador-de-renda-fixa

O que é um simulador de renda fixa?

A renda fixa configura uma categoria de investimentos cujas regras de rentabilidade são definidas no momento da aplicação. Ou seja, nessa modalidade é possível projetar com maior precisão quais serão os ganhos obtidos.

Isso porque a taxa de rendimento é informada na compra (prefixados) ou segue a indexação de algum índice de mercado, como IPCA, Selic ou CDI (pós-fixados).

Sendo assim, entendemos que os títulos de renda fixa são mais previsíveis e, consequentemente, mais seguros em comparação com os variáveis.

Mas como fazer essa projeção, afinal de contas? Calcular qual será o ganho de uma aplicação não é das tarefas mais fáceis, justamente porque cada ativo tem suas regras de rentabilidade, tributação e taxas.

Para acabar com esse problema, nos últimos anos surgiram diversos simuladores que se propõem a projetar os ganhos de uma aplicação a partir do valor investido.

Geralmente formulada por corretoras, essa ferramenta se mostrou extremamente útil para que os investidores possam realizar seu planejamento financeiro.

Por que simular aplicações de renda fixa?

Quem aplica em ativos de renda fixa geralmente tem um perfil mais conservador, que preza pela segurança na hora de escolher seu título.

Nesse sentido, os simuladores podem ser bastante úteis, pois agregam uma camada extra de planejamento antes da tomada de decisão.

Ao olhar para os resultados projetados, fica mais fácil entender qual opção melhor se adapta à sua realidade financeira.

Para além do perfil do investidor, a simulação permite escolher ativos que terão uma performance compatível com os planos e objetivos já definidos para o futuro.

O que comparar no simulador de renda fixa?

O principal propósito dos simuladores de renda fixa é, de fato, apresentar uma projeção dos ganhos possíveis com aquela aplicação. Apesar disso, as ferramentas oferecem um serviço que vai muito além de um simples cálculo de rentabilidade.

A maioria das opções disponíveis na internet permitem também fazer uma comparação entre os diversos tipos de ativos do mercado.

O resultado relaciona rentabilidade, taxa e tributação para que o usuário possa observar o panorama completo antes de se decidir. Essa informação pode aparecer em uma tabela comparativa ou em forma de gráfico.

4 simuladores de renda fixa

Hoje, não existe no mercado nenhum simulador de renda fixa que tenha sido projetado por uma instituição governamental – como é o caso da ferramenta do Tesouro Direto.

Mas isso não significa que não existam alternativas confiáveis para fazer a sua simulação. Confira, abaixo, 4 plataformas disponibilizadas por instituições de referência no mundo dos investimentos.

1. XP Investimentos

Uma das maiores empresas do setor, a XP Investimentos oferece em seu site uma opção gratuita para simular ativos de renda fixa. A ferramenta parte de duas perguntas básicas para realizar suas projeções: quanto você pretende investir e por quanto tempo.

A partir dessas informações, apresenta uma perspectiva de ganhos (rendimento bruto) de diversos ativos da renda fixa em um gráfico para que você possa compará-los.

2. Easynvest

Conhecida por sua massiva presença digital, a Easynvest também oferece uma alternativa de simulador de renda fixa em seu site. A ferramenta parte do valor do depósito inicial, mais os aportes mensais (caso você pretenda fazê-los), para projetar os ganhos.

Nessa versão de simulador, porém, só é possível visualizar os resultados de uma aplicação por vez, não havendo a comparação direta entre diferentes opções.

3. Rico

A Rico é uma empresa subsidiária da XP Investimentos que foca no atendimento de um público que está começando agora a investir. Nessa ferramenta também é preciso responder o valor que o investidor tem para aplicar e o tempo que ele pretende deixar o dinheiro rendendo.

A maior diferença é que o resultado é apresentado no gráfico a partir do rendimento líquido, que são os ganhos reais já com o desconto de tributação e taxas.

4. Me Poupe

Apesar de não fazer parte de nenhuma corretora de investimentos, o site Me Poupe tem bastante credibilidade por estar atrelado a um dos maiores nomes da área: a Nathalia Arcuri.

O simulador do portal educativo é um pouco menos automatizado e requer que você saiba a rentabilidade do ativo de antemão. Para usar a ferramenta, é necessário escolher entre algumas opções de renda fixa (CDB/LC ou LCI/LCA), indicando se busca resultados para títulos pré ou pós-fixados.

Em seguida, será preciso preencher com o valor que pretende investir, o prazo de vencimento e a taxa de rendimento do título.

Gostou das dicas deste conteúdo? Para conhecer mais ferramentas úteis para o seu planejamento financeiro, não deixe de acompanhar o blog da Onze.