Fundo de ouro: como realizar esse investimento?

Por Redação Onze

fundo de ouro

Entenda como funciona a lógica do ouro

Para começar a investir em ouro é preciso escolher qual modalidade de investimento que deseja realizar. Existem maneiras diferentes de aplicar em ouro. Neste artigo, você vai saber mais sobre o fundo de ouro.

 investimento em ouro já é muito usado por alguns investidores interessados em não se arriscar muito em tempos de crise e instabilidade no Brasil e no mundo. 

A lógica do ouro é que ele se mantém positivo em comparação a outros ativos, mesmo em tempos de crise. Quando a bolsa está em alta e o dólar se desvaloriza, o ouro é mais procurado para quem busca diversificação.

O que é fundo de ouro

O fundo de ouro é a opção mais acessível de investimento para a maioria dos investidores em comparação com as outras existentes. Essa modalidade apresenta uma menor burocracia porque os investidores não precisam realizar a compra de ouro em espécie, uma vez que o fundo de ouro é um investimento terceirizado.

O ativo é administrado por um gestor de uma instituição financeira que vai ficar responsável por escolher as melhores estratégias para conseguir lucro com o ativo.

O fundo de ouro pode ser tanto passivo quanto ativo. Na modalidade passiva, ocorre a compra do ouro e ela vai sofrer as variações de preço do mercado. Já na modalidade ativa, a compra e a venda vão depender do comportamento de mercado, visando sempre rentabilidades maiores.

Quais são as diferenças entre os fundos

Há dois tipos de fundo de ouro com características diferentes. Existe um em que o único risco envolvido é relativo ao ouro e outro em que há risco duplo, já que envolve também risco de variação do ouro e do dólar.

As principais diferenças entre os dois tipos de fundo de ouro é que o primeiro investe em ouro por meio da B3. Já o segundo investe em Exchange Traded Fund de ouro na bolsa. O primeiro oferece exposição pela variação do ouro e do dólar, já o segundo tipo não sofre variação cambial.

Quais os riscos em investir no fundo de ouro

Apesar de ser relativamente estável em tempos de crise, investir em ouro de forma especulativa não é garantia de rentabilidade e nem sinônimo de segurança. O valor do ouro é volátil devido a sua alta liquidez no mercado.

Outros fatores também afetam a cotação do ouro, como por exemplo, a política monetária internacional, oferta de demanda de investidores, fluxo de comércio do ouro, sazonalidade e fatores naturais relativos à extração do metal.

Conheça a Onze Investimentos

O fundo de ouro é um investimento que apresenta certa estabilidade em momentos de crise econômica e pode ser muito rentável em comparação com outras opções de investimento no mercado.

Se está pensando em começar a realizar aplicações e tem o interesse em aumentar seu patrimônio por meio de investimentos, conheça os produtos financeiros da Onze Investimentos! A casa de investimentos possui os melhores gestores do mercado e apresenta taxas justas e transparentes.

Acesse o site e saiba mais!