Vale a pena oferecer Salário sob demanda nas empresas?

Por Redação Onze

O que é salário sob demanda?

O salário sob demanda é um novo modelo de remuneração, que já tem sido adotado por muitas empresas e fintechs. A ideia é facilitar a vida do trabalhador, servindo como ferramenta de apoio à sua gestão financeira.

Esse benefício serve para antecipar o salário do colaborador, que antes precisava esperar até a virada do mês para pagar todas as contas. Mas sabemos que os boletos não esperam, certo? Cada dia de atraso representa mais juros e dor de cabeça!

Dificilmente você consegue colocar todas as contas com a mesma data de vencimento. Além disso, sempre estamos sujeitos a imprevistos financeiros, seja por conta de acidentes, saúde e outras questões pessoais. 

É por isso que o salário sob demanda é tão inovador! Ele permite que as pessoas possam pagar suas contas nas datas certas e ainda cobrir gastos emergenciais sem recorrer a empréstimos ou endividamento.

Mas qual o papel das empresas nesse assunto?

Quando uma liderança oferece esse benefício aos seus colaboradores, oferece uma saída. Uma possibilidade da pessoa resolver rapidamente os problemas pessoais, sem afetar a saúde, o trabalho e as relações com outras pessoas.

Caso você ainda não esteja totalmente convencido, basta olhar para os malefícios do estresse financeiro!

Como o estresse financeiro impacta a saúde das pessoas

Antes de olhar as vantagens do salário sob demanda, é preciso olhar para o que motivou a sua criação.

De acordo com a pesquisa Estresse Financeiro dos Trabalhadores Brasileiros, realizada pela Onze em 2020, a maior preocupação do brasileiro hoje é o dinheiro, com 71% das respostas, seguido por saúde e família. 

O estudo indicou que 35% dos trabalhadores perdem o foco no trabalho pensando nas preocupações financeiras e 25% precisam resolver pendências ao longo do dia – o que certamente prejudica o rendimento. E quando isso acontece, a empresa tem dificuldade para atingir os resultados esperados.

Vale lembrar que produtividade não é o único problema causado pelo estresse financeiro! Dependendo do grau de endividamento, a saúde também pode ser afetada.

A preocupação prolongada com as finanças pode acarretar problemas como ansiedade, irritabilidade, insônia, depressão, falta de atenção/concentração, dores de cabeça e muitos outros. E se tratando de saúde, sabemos que todo problema mal resolvido tende a virar uma bola de neve. 

Um colaborador estressado, que não enxerga solução para seus problemas pessoais, dificilmente trabalha bem. Por consequência, produz e engaja cada vez menos com as atividades da organização. 

Por isso, é tão importante pensar em novas estratégias para transformar a cultura das empresas. É aí que entra o salário sob demanda! 

Se a sua empresa almeja um crescimento saudável, precisa ter um olhar mais humano e colaborativo para seus próprios funcionários.

No próximo tópico, você vai descobrir as diversas vantagens práticas desse benefício às organizações. Continue lendo!

 



Por que esse benefício vale a pena?

Já falamos de algumas vantagens que o salário sob demanda pode proporcionar às empresas. Mas será que realmente faz diferença na vida do seu colaborador?

Um dos primeiros passos para analisar a viabilidade dessa estratégia é estudar a situação do seu negócio. Seus funcionários têm passado por algum aperto financeiro? Como andam as métricas de motivação e desempenho?

Vale a pena realizar pesquisas de satisfação para identificar se existe estresse financeiro dentro do ambiente de trabalho. Assim você saberá se realmente faz sentido para a sua empresa oferecer salário sob demanda.

A resposta é “sim”, seus funcionários seriam bastante impactados pelo benefício? Então o próximo passo é entender o que você estará agregando à sua empresa. Confira as 4 maiores vantagens!

  1. Redução do estresse financeiro

Já dissemos o quanto um trabalhador estressado prejudica a própria saúde e o trabalho na empresa, certo?

Não conseguir pagar as contas ou cobrir uma dívida é uma situação desesperadora. Porém, ao oferecer esse benefício na empresa você dá ao colaborador uma chance dele se organizar melhor financeiramente! 

Se ele passa a ter um controle maior sobre as próprias finanças, não precisa recorrer a bancos, amigos ou parentes.

Logo, com a redução do estresse, o funcionário consegue trabalhar mais motivado, focado e até se relacionar melhor com seus colegas.

  1. Aumento da produtividade

Qualquer tipo de preocupação excessiva leva uma pessoa a ter problemas físicos e emocionais. Porém, a preocupação financeira é ainda mais grave, porque trata

de tudo aquilo que é mais essencial na nossa vida: alimentação, saúde, educação etc.

O problema é que muitas pessoas recorrem aos bancos para pagar uma dívida e conquistam outra, com juros ainda mais exorbitantes. 

O salário sob demanda é uma forma de evitar a formação de juros, uma vez que o funcionário pode resolver questões financeiras com rapidez. 

Se uma pessoa está em dia com suas contas (e ainda consegue comprar aquilo que gosta), sem dúvida sobra mais espaço para desempenhar com excelência as suas atividades na empresa. Imagina o alívio?

  1. Atração e retenção de talentos

Não é só salário e plano de carreira que tornam uma vaga atrativa. O profissional de hoje também busca benefícios flexíveis, propósito e qualidade de vida!

Segundo o relatório PayActiv Impact Report, de 2019, cerca de 81% dos colaboradores afirmam ter a tendência de permanecer no emprego se houver o benefício do pagamento sob demanda. 

O estudo também indicou crescimento de 30% nos índices de retenção nas empresas que ofereciam o benefício.

Sendo assim, oferecer o salário sob demanda acaba sendo uma vantagem competitiva. Isso porque demonstra a preocupação da empresa com o bem-estar dos funcionários e suas necessidades. 

É como se fosse uma troca: a empresa flexibiliza o pagamento e ajuda o funcionário. Já o funcionário resolve um problema pessoal e trabalha mais motivado.

Com essa nova política, a sua empresa tem mais chances de atrair novos talentos e manter os próprios profissionais motivados!

  1. Apoio em momentos de crise

Se não está fácil para o mundo, a situação é ainda mais difícil para o Brasil. A pandemia trouxe novos obstáculos à economia e deixou ainda mais evidente as desigualdades na população.

Nesse período de pandemia, é essencial que as empresas compreendam a situação de cada colaborador. Ambas as partes podem e devem se ajudar nesse momento complicado, através de colaboração e empatia. 

Não é recomendável que o funcionário use todo mês o salário sob demanda, uma vez que o benefício é voltado para períodos específicos e situações emergenciais!

Mas de qualquer forma, o período em que estamos vivendo pede novas soluções e estratégias. O trabalhador também precisa de um ambiente de trabalho em que haja comunicação e flexibilidade. 

Agora que já explicamos tudo sobre o salário sob demanda, falta explicar como utilizar esse recurso. Veja no último tópico!

 



Como o Xerpay pode ajudar?

O Xerpay é uma das soluções disponíveis no mercado quando se trata de pagamento sob demanda!

Estamos falando de uma plataforma completa e transparente, integrada ao sistema de folha de pagamento. Funciona para funcionários registrados CLT, proporcionando também o adiantamento do 13º salário. 

O Xerpay também dá diversas orientações financeiras, baseadas no histórico financeiro de cada pessoa dentro do aplicativo.

O resgate é simples: basta entrar na conta e realizar o saque em 3 passos. Em poucos segundos, o dinheiro já está na conta. Lembrando que esse valor é referente aos dias que o trabalhador já cumpriu. 

Você descobriu o porquê do salário sob demanda ser uma tendência tão forte no mundo corporativo! Essa ferramenta ajuda seu colaborador a resolver emergências financeiras sem precisar de banco ou empréstimo, garantindo aquele alívio.

Uma vez que muitas organizações ainda estão presas a modelos engessados e ultrapassados de pagamento, adotar o salário sob demanda é um fortíssimo diferencial. 

Portanto, se você busca melhorar os resultados da sua empresa através da relação empregado-empregador, essa é uma ótima estratégia. Vale a pena estudar as condições financeiras do seu negócio e mapear as principais necessidades dos colaboradores.

E aí, esse post te ajudou? Respondemos todas as suas dúvidas? Então compartilhe nas suas redes sociais para que outros também possam ficar sabendo!