Balança comercial: entenda a sua importância na economia brasileira

Por Redação Onze

balança comercial

Seja você um investidor experiente ou apenas um iniciante nessa atividade, saber o que é balança comercial e como ela atua na economia brasileira é muito recomendado. Afinal, esse é um indicador econômico importante e que tem relação direta com o Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Por meio da balança comercial, é possível visualizar a situação financeira de uma nação em comparação às demais. Além de importações e exportações, existem alguns outros fatores que influenciam esse indicador.

Quer saber mais sobre esse assunto e como ele pode impactar os seus investimentos? Confira este post até o final para se informar!



O que é balança comercial?

O conceito de balança comercial refere-se ao resultado da diferença entre as exportações e importações que um país realizou em um determinado período. Ou seja, o saldo da balança comercial pode ser descoberto fazendo uma subtração do valor das importações a partir do valor das exportações. O resultado do cálculo da balança comercial é sempre apresentado na forma de dólares americanos.

Por importação, entendem-se os produtos e mercadorias que foram comprados de outros países pelo Brasil. Já as exportações referem-se a todos os produtos que foram produzidos no Brasil e vendidos para as outras nações.

Geralmente, os países mais ricos e desenvolvidos costumam exportar mercadorias mais tecnológicas e com alto valor agregado, como é o caso de medicamentos e aparelhos eletrônicos.

Já os países subdesenvolvidos ou em desenvolvimento comercializam, em sua maioria, produtos mais primários, fruto de atividades econômicas de agropecuária e extrativismo mineral.



A diferença entre superávit e déficit comercial

No contexto da balança comercial, é muito comum ouvir os termos déficit, superávit e equilíbrio. Esses conceitos se relacionam com o resultado do cálculo do indicador.

Quando há um superávit, isso quer dizer que o saldo da balança comercial foi positivo, ou seja, que o volume exportado pelo país foi maior do que o importado. Assim, a nação recebeu mais dinheiro do que gastou.

No caso do déficit, acontece exatamente o contrário: o país importou mais itens do que exportou, ficando com um saldo negativo, pois gastou mais com produtos externos do que recebeu pela sua produção.

Já o estado de equilíbrio comercial acontece quando os valores de importação e exportação são equivalentes, deixando o saldo do país estável.

Como a balança comercial atua na economia do Brasil?

O saldo da balança comercial impacta diretamente no cálculo do Produto Interno Bruto, o PIB, do país. Esse índice pode ser explicado como o resultado oficial de tudo o que foi produzido e comercializado dentro do Brasil durante o período de um ano.

Basicamente, o PIB pode ser dividido entre quatro componentes principais: os investimentos privados, o consumo da população, os gastos governamentais e o saldo das transações realizadas com as nações estrangeiras.

Assim, cada vez que algum desses fatores sofre uma melhora, ele impacta positivamente no resultado geral do PIB. Isso quer dizer que, se a economia está aquecida e as famílias passam a consumir mais, por exemplo, isso faz com que o PIB aumente.

O mesmo padrão se repete com os demais componentes do índice. Por isso, quando a balança comercial está favorável e apresenta um superávit, isso significa que mais recursos estão entrando no país, melhorando a economia e gerando mais renda. Dessa forma, o PIB tende a crescer, acompanhando esse resultado positivo.

No entanto, quando a balança comercial apresenta um déficit, a economia fica abalada. O PIB acaba sofrendo esse impacto e tende a manifestar um resultado negativo também.

Quais são os fatores que influenciam a balança comercial?

Os principais elementos que impactam nas transações que compõem o saldo da balança comercial são:

Taxa cambial

Quando a moeda nacional está valorizada frente às moedas estrangeiras, como o dólar e o euro, isso significa que as importações devem ficar mais baratas e podem ser alavancadas.

O mesmo se verifica quando a moeda nacional está em baixa, desvalorizada. Nesses momentos, as exportações podem se beneficiar, pois as mercadorias internas ficam mais baratas e competitivas para os compradores internacionais.

Relação oferta e demanda

Todos sabemos que a economia internacional está intimamente interligada. Por isso, se os parceiros comerciais de um país X estão passando por um cenário de recessão econômica, eles demandarão menos mercadorias e o número de exportações do país X deve cair.

Assim, o preço dos produtos ofertados também vai cair, pois a oferta é grande para uma demanda pequena. Isso também acontece quando os parceiros comerciais estão comprando mais do que o país X consegue produzir, o que aumentará o preço dos produtos.

Todas essas oscilações na economia mundial afetam diretamente o saldo da balança comercial dos países.

Grau de protecionismo

Além disso, medidas econômicas de protecionismo também afetam o indicador. Quando um país lança taxas ou restrições às importações de outros países, os seus produtores internos podem ser beneficiados.

Porém, os parceiros globais podem sair prejudicados, pois conseguirão fazer menos transações comerciais com esse país. Assim, as variações nessas medidas tomadas pelos governos impactam diretamente na balança comercial interna e externa.



Por que a balança comercial é importante para os investidores?

Acompanhar de perto os resultados da balança comercial é uma ótima estratégia para entender como a economia do país deve se comportar nos próximos meses e até anos.

Dessa forma, é possível escolher melhor quais serão os investimentos mais adequados à situação do período. Por exemplo: em casos de superávit, pode ser interessante focar os investimentos nas empresas que estão com uma boa demanda de exportação, e, portanto, envolvidas em um mercado aquecido.

Já nos momentos de déficit da balança comercial, pode ser mais adequado direcionar os investimentos para negócios que lidam com importação. Assim, é possível driblar o período de baixa do mercado interno.

Para ficar sempre informado sobre os saldos desse indicador, basta acessar o portal do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), onde são divulgados todos os dados e relatórios por períodos.

Quer saber mais sobre a balança comercial e investimentos? Então acesse o site da Onze e descubra qual é a melhor opção para o seu perfil!