Employer branding: o que é e como aprimorar na sua empresa

Por Redação Onze

Criar uma estratégia de employer branding é o primeiro passo para atrair talentos do mercado e reter os seus melhores profissionais. Mas, para que os resultados sejam efetivos e a sua empresa tenha uma boa reputação como marca empregadora, é necessário implementar uma série de ações.

Elas incluem desde otimizar o processo de seleção e recrutamento até oferecer segurança financeira para os colaboradores. Ou seja: um conjunto de esforços. Se você fizer isso com maestria, certamente vai ficar feliz com os benefícios, que incluem ganho de produtividade e redução de custos. 

Quer saber como implementar o employer branding na prática? Siga com a leitura e confira o passo a passo.

O que é employer branding?

Employer branding é uma expressão em inglês que significa marca do empregador. Trata-se de um conjunto de estratégias para fortalecer a reputação da empresa no mercado como um bom lugar para se trabalhar.

Portanto, o foco do employer branding não é o consumidor ou o cliente, e sim o colaborador da empresa. O objetivo é construir um ambiente de trabalho onde o funcionário se sinta motivado e engajado.

Afinal, a percepção dos colaboradores atuais da empresa têm um impacto importante na imagem que outros profissionais do mercado têm dela. 

Por que o employer branding importa?

Se você ainda tem dúvidas da importância do employer branding, leia com atenção os benefícios dessa estratégia para se convencer:

Redução de turnover

Fortalecer a sua marca empregadora é um caminho eficaz para diminuir os índices de rotatividade, o turnover. A lógica é simples: se a sua empresa é um bom local para trabalhar, a tendência é que os colaboradores se empenhem em continuar nela.

E, com a redução do turnover, você também gasta menos com processos de seleção e recrutamento, demissão de funcionários e treinamentos. 

Atração de talentos

Outro benefício do employer branding é a atração dos melhores profissionais do mercado. Uma vez que a empresa tem uma reputação positiva, é consequência o fato de talentos qualificados desejarem um cargo nela. E aí você tem a chance de construir equipes de alta performance e reunir diferentes expertises.

Maior engajamento e produtividade

O engajamento e a produtividade também aumentam com o employer branding. Pense no comprometimento dos funcionários como uma relação de troca: você oferece um ambiente positivo, e eles ganham motivação para alcançar os objetivos organizacionais.

Funcionários como aliados da empresa

Em artigo para o site Personal Branding Blog, a autora best-seller Ceren Cubukcu destaca que, com o employer branding, os funcionários se tornam embaixadores do negócio. Segundo ela, quanto mais os funcionários falam positivamente sobre você, mais bons candidatos se interessam pela empresa.

“Além disso, quando seus funcionários atuais falam sobre os negócios, isso ajuda a marca a se fortalecer, sem gastar muito em marketing, porque a conscientização aumenta de boca em boca”, afirma. 

5 ações para melhorar o employer branding 

A implementação do employer branding deve reunir um conjunto de ações para que os resultados sejam efetivos. A seguir, você vai conhecer 5 medidas essenciais para colocar em prática:

1. Melhore o processo de contratação

O employer branding começa no recrutamento e seleção de profissionais. Quanto mais assertiva for a contratação, maiores são as chances de o candidato se sentir satisfeito com a empresa. 

Em artigo para a revista Forbes, Kathy Steele, diretora de visão da Red Caffeine, recomenda selecionar candidatos mirando primeiro no alinhamento com a cultura da empresa e, em segundo lugar, nas habilidades. Para isso, ela também recomenda a criação de uma persona: o perfil do candidato ideal. “Suas personas serão diferentes com base na função para a qual você está contratando, mas cada uma deve descrever as características que você busca em uma nova contratação”, pontua.

2. Conheça sua proposta de valor única 

Em artigo para o Hubspot, a redatora do site Caroline Forsey afirma que focar na missão, nos valores, na visão e na cultura da empresa é essencial para construir employer branding. 

“Pode ser útil identificar quais são as necessidades da sua empresa e depois trabalhar para trás para entender que tipo de talento você precisa adquirir para atingir esses objetivos”, diz a autora. 

3. Crie um ambiente de trabalho saudável

Outra medida importante é a criação de um ambiente de trabalho que promova o bem-estar dos colaboradores. Afinal, é bem provável que os níveis de satisfação dos colaboradores caiam bastante se a empresa for um local estressante, concorda?

Então, mais do que manter os espaços limpos e organizados, algumas medidas incluem criar um ambiente aberto ao diálogo, entender as necessidades dos colaboradores e desenvolver campanhas relacionadas à saúde no trabalho. 

4. Invista em marketing

O marketing também é um aliado poderoso no employer branding. Além de ter uma área no site voltada à carreira para atrair talentos, aproxime da sua empresa os profissionais do mercado.

Há várias maneiras de fazer isso, como mostrar os bastidores nas redes sociais, gravar depoimentos de colaboradores atuais para usar em campanhas de recrutamento e falar sobre os objetivos e o propósito da sua empresa para atrair o candidato ideal, por exemplo.

5. Ofereça previdência privada corporativa

Por fim, o bem-estar financeiro não deve ficar de fora do employer branding. Nesse sentido, um diferencial relevante é a oferta de previdência privada corporativa para os colaboradores, que funciona como um complemento à aposentadoria social. 

Ao oferecer esse recurso, você demonstra aos funcionários que se preocupa com o futuro deles. Na prática, é uma segurança financeira a mais para os colaboradores. E assim você aumenta a satisfação entre os profissionais e, como resultado, fortalece a sua imagem como empregador.

E aí, gostou das dicas acima? Compartilhe este artigo se ele tiver sido útil para você.