O que é uma empresa de capital fechado?

Por Redação Onze

De forma simples, uma empresa de capital fechado é uma sociedade anônima que pertence a um pequeno grupo de acionistas e não oferece as participações societárias da empresa a investidores na forma de ações negociadas na Bolsa de Valores.

Mas, você sabe quais as vantagens de manter o capital da sua empresa fechado? Confira o artigo abaixo e descubra.

Sociedade Anônima de Capital Fechado: dados atuais

De acordo com um estudo realizado em 2019 pelo Centro de Negócios Familiares da Universidade de St. Gallen, na Suíça, entre as 500 maiores empresas familiares em termos de receita do mundo, o Brasil entra na lista com 12 grandes Sociedades Anônimas. A primeira delas, ocupando o 24º lugar, é a JBS, seguida pelo Itaú Unibanco, em 46º.

A lista também inclui a Odebrecht, Braskem, Andrade Gutierrez, a metalúrgica Gerdau, Votorantim, Companhia Siderúrgica Nacional, Porto Seguro, Globo Comunicações, Cosan e Magazine Luíza. Dessas, destacam-se as empresas de capital fechado:

  • Odebrecht;
  • Votorantim Participações.

Cada uma dessas empresas possui características bastante específicas dentro do escopo de sociedades anônimas de capital fechado. Apesar de não ser uma regra, uma das características desse tipo de negócio é o quadro de acionistas reduzido. Na Odebrecht, por exemplo, o quadro societário é composto de apenas 6 membros da família. Na Votorantim, 7 familiares dividem as ações da empresa.

Mas, além disso, você sabe quais são as outras características de uma empresa de capital fechado?



O que é uma empresa de capital fechado?

Como mencionado anteriormente, uma empresa de capital fechado é uma sociedade anônima controlada por um pequeno grupo de pessoas, geralmente membros da família, que possuem o negócio a várias gerações. E, diferente das empresas de capital aberto, não negociam suas ações na Bolsa de Valores.

Isso significa que não existe abertura para investimento externo e o patrimônio será correspondente ao capital injetado pelos seus sócios/acionistas. Por isso, com a dificuldade de captar recursos e investimentos para o crescimento da empresa, muitas organizações optam por abrir seu capital por meio de uma oferta pública inicial.

Assim, como a empresa de capital fechado não tem registro na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), ela só pode vender suas ações de forma particular entre os seus sócios, proibindo-se a publicação ao público externo. Da mesma forma, uma das vantagens de manter o capital social fechado é que não é necessário apresentar os balanços contábeis da empresa.

Qual a diferença entre uma empresa de capital aberto ou fechado?

Certamente, a grande diferença entre uma empresa de capital aberto ou fechado é em relação a forma como é feita a captação de recursos. As Sociedades Anônimas de capital aberto captam recursos de forma pública por meio da venda de suas ações, como o caso da Petrobras. Ou seja, os títulos podem ser adquiridos de forma livre por qualquer pessoa física que deseja comprar ou ser “proprietária” de uma parte daquela empresa.

Já em uma empresa de capital fechado, por outro lado, os recursos são captados do seu quadro de acionistas particular, sem ser aberto ao público. É claro que essas organizações podem emitir os chamados debêntures, mas é proibida a divulgação pública dos títulos. Desta forma, a emissão dos papéis a serem vendidos fica restrita a um pequeno grupo de investidores.

Além disso, outra diferença entre as duas estruturas de Sociedade Anônima é a contabilidade. Como isso funciona? De forma simples, nas empresas de capital fechado, todo o controle e organização das despesas do negócio é feito por contadores particulares, e os acionistas podem controlar o que está sendo feito. Ou seja, a forma como são feitos os gastos e recebimento de dinheiro passa pelo aval do quadro acionário.

Em uma companhia de capital aberto, ao contrário, é necessário um conselho de contabilidade escolhido pelos acionistas, sem contar que o balanço patrimonial da empresa deve ser publicado abertamente para a população.



Por que uma empresa tem o capital fechado?

Mas e quais as vantagens de manter o capital da sua empresa fechado? Um motivo para não abrir o capital social ao público é manter o negócio da família em família. Isso porque, atualmente, muitas das maiores empresas com esse tipo de estrutura pertencem às mesmas famílias há várias gerações.

Além disso, permanecer com um número restrito de acionistas significa que a empresa não precisa responder ao público ou escolher membros diferentes para o conselho de administração. Ou seja, todas as decisões são tomadas pelo grupo, sem necessidade de aprovação externa.

Outra vantagem é que as empresas de capital fechado, independente do porte, não são obrigadas a divulgar publicamente o balanço patrimonial. No entanto, para manter a transparências das contas perante o público, a maioria das organizações publicam os seus balancetes.

Assim, se por um lado a empresa de capital fechado pode ter mais dificuldades para alavancar investimentos para o desenvolvimento do negócio e, claro, aumentar o lucro a ser dividido entre os seus acionistas, essa modalidade de Sociedade Anônima também não possui as mesmas obrigações das empresas de capital aberto, como a demonstração financeira da empresa, incluindo lucros e prejuízos, resultados anuais e fluxo de caixa.

Portanto, agora que você já sabe o que é uma empresa de capital fechado, aproveite para conferir o nosso guia completo sobre o Mercado Financeiro.