4 Metas para o ano novo do seu dinheiro.

Por admin

Após o Dia das Crianças no mês de outubro, nós já começamos a pensar no famoso jingle “Adeus ano velho! Feliz Ano novo!”. Também, quando você entra em uma loja e já escuta: então é Natal!

Para que tudo se realize, várias são as superstições que veiculam nos telejornais, no bate papo do happy hour, como as sete ondas, do prato de lentilhas, de vestir roupa amarela para atrair prosperidade financeira, entre tantas outras.

Mas, como bem sabemos, tais superstições não são garantia de bonança. Mas com certeza,  para quem crê, é uma forma de manter um pensamento positivo de que tudo pode mudar.

Falando de um modo mais pragmático, o ato de estabelecer as metas de ano novo exige atitudes e vontade de mudança. Quer saber mais? Confira nosso texto!

4 metas para o ano novo começar bem

Existem muitas coisas que você pode fazer para melhorar a sua vida. E em nosso artigo vamos apresentar 4 metas para o ano novo que irão lhe trazer mais prosperidade. Confira.

Meta 1: Conheça as suas dívidas

A primeira análise a ser feita é um diagnóstico da nossa condição de receita e despesas.

Precisamos fazer um levantamento dos compromissos básicos que teremos ao longo do ano (mensalidades escolares, IPVA, despesas domésticas etc.). É nesse passo que irá nos indicar qual será a nossa caminhada para que tenhamos uma tranquilidade da administração doméstica e das demais áreas da nossa vida.

Também precisam ser consideradas as eventuais pendências junto aos prestadores de serviço, tanto as que estão vencidas quanto os demais outros compromissos.

Meta 2: Escolha um gasto para reduzir

Tendo feito o levantamento de todos os compromissos mensais obrigatórios, agora precisamos analisar quais são realmente indispensáveis. Talvez, você esteja pensando: todos são indispensáveis!

Compreendemos e podemos imaginar que a primeira vista parece difícil encontrar uma brecha para reduzir os custos. Quer um exemplo? Analise seu extrato bancário e dê uma conferida nas tarifas mensais. Será que elas são de serviços que você está utilizando? Será que não está na hora de renegociá-las ou buscar outras opções de bancos? Essas tarifas podem parecer pequenas, mas ao longo de 12 meses pesam no orçamento.

E são muitas as pequenas economias que conseguimos fazer com algumas mudanças de hábito, como: procurar planos de telefonia móvel, , promoções de portabilidade da internet, ir ao mercado e outros lugares a pé para economizar o combustível do automóvel e muito mais.

Portanto, pare e respire. Liste todos os gastos realizados ao longo deste ano. Reflita com tranquilidade sobre eles. Provavelmente, alguns insigths poderão surgir.

Meta 3: Invista mais

Depois de  identificar os  gastos que podem ser reduzidos e até eliminados, que tal investir o dinheiro poupado?   E você poderá fazer isso com pequenos investimento mensais, pois é possível investir com pouco dinheiro.

Colocar a meta de investir o seu suado dinheiro, ainda que seja um pouco por mês em uma aplicação que renda pouco mais que a inflação e a poupança, já é uma das metas de ano novo que você pode conseguir mais prosperidade no ano que vai nascer!

>>> Para saber um pouco mais sobre aplicações financeira, aqui você tem a dica de 8 aplicações financeiras para investir o seu dinheiro.

Pode parecer difícil, mas vamos comparar o ato de investir um pouco por mês com o ato de alguém que é sedentário e colocou a meta de ter o hábito de fazer caminhadas.

A pessoa que não possui o hábito de correr ou de caminhar no mínimo uma hora por dia, ela certamente terá dificuldades para iniciar. As pernas e costas podem doer, ela sentirá muito desconforto. E pode até mesmo desistir! Mas com um pouco de persistência e determinação ela irá evoluir e se acostumar com o treino. Os desconfortos irão desaparecer. É possível que ela aumente o seu tempo de caminhada e até mesmo arrisque uma corrida.

Investir é um ato similar. Você aplica um pouco por mês em um título do tesouro, por exemplo. Nos primeiros meses você poderá ser tentado a utilizar este dinheiro para coisas pequenas do dia a dia.

Mas, se mantiver a disciplina e a determinação,nesta que é uma das metas de ano novo, com certeza você notará uma mudança do seu estilo de vida financeiro Ao observar que o montante aplicado em um determinado período já pode ser um valor para arriscar uma “corrida” em outros produtos financeiros.

Então, invista mais!

Meta 4: planeje e organize as metas

Após analisar os gastos do ano velho, enxugue os gastos desnecessários para o ano novo. Planeje quais são os gastos que tenham características de investimento como, por exemplo, um curso que possibilitará uma melhor condição técnica para o seu trabalho; uma viagem que você acredita que merece por tanto tempo de trabalho; um momento de descontração e lazer em família, dentre tantas outras opções.

Colocando estas ações como metas de ano novo, você terá um objetivo para investir o seu dinheiro e saber o quanto precisará poupar a cada mês.

Reunir a família em torno de um propósito comum, não somente será uma soma de esforços, mas também consistirá em um processo de educação financeira familiar. Com isso cada membro pode se conscientizar da sua parte na gestão do lar e pensar soluções de economia, a fim de que se consiga ter uma sobra financeira.

Afinal, esperamos que tudo se realize no ano que vai nascer, que pode até não ser com muito dinheiro no bolso, mas que sabendo investir este pouco dinheiro, teremos saúde para dar e vender!

Gostou do artigo? Siga o nosso blog e receba ainda mais dicas como essa que irão lhe ajudar a fazer seu dinheiro render.