ROI da previdência privada: como calcular

Por Redação Onze

O que é ROI na previdência privada

O ROI na previdência privada se refere ao retorno sobre investimento (em inglês, Return on Investment), uma das métricas mais comuns para calcular retornos financeiros. Sua função é mostrar quanto o investidor ganhou (ou perdeu) em relação a um valor aplicado em determinado investimento, por meio de uma taxa de retorno. 

Esse indicador é muito usado no mundo corporativo para mensurar o retorno sobre qualquer projeto em que a empresa investe, como uma campanha de marketing, um projeto de pesquisa ou a implementação de uma nova tecnologia/equipamento. Mas, trazendo para o contexto do mercado financeiro, o ROI na previdência privada pode ser útil para avaliar fundos previdenciários e seu potencial de rentabilidade para o investidor. 

Por que calcular o ROI na previdência privada

Calcular o ROI na previdência privada facilita a análise do investidor e pode ser decisivo para a escolha de um plano.

Veja alguns motivos para utilizar esse indicador.

Ajuda a entender a rentabilidade

A rentabilidade dos planos de previdência privada varia conforme o perfil do fundo, a composição da carteira e a estratégia da gestão. Nas informações de cada plano, você pode conferir o histórico dos rendimentos nos últimos meses e anos, expressos em porcentagem. 

Ao calcular o ROI, você tem uma ideia do retorno que essa rentabilidade representa levando em conta o período do investimento — lembrando que é apenas um valor de referência, pois rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura.

Oferece uma estimativa de retorno em longo prazo

Os fundos previdenciários são investimentos de longo prazo, que geralmente têm o objetivo de formar reserva financeira para a aposentadoria. Ao calcular o ROI da previdência privada, você tem uma estimativa do retorno em porcentagem após vários anos de aplicação.

Assim, fica mais fácil entender o prazo de retorno do investimento e decidir se vale a pena aplicar na previdência complementar.

Permite comparar diferentes planos

O mercado de previdência privada tem inúmeras opções de fundos com diferentes rentabilidades, que aplicam em renda fixa ou variável, com diversas formas de recebimento, entre outras variáveis. Nesse cenário complexo, o ROI da previdência privada pode ajudar na comparação entre os produtos e guiar o investidor na hora de tomar decisões sobre sua aposentadoria privada. 

Como calcular o ROI na previdência privada

Para calcular o ROI da previdência privada, basta fazer a simulação do plano escolhido e usar a fórmula básica do indicador.

Confira o passo a passo. 

1. Faça a simulação do plano de previdência privada

O primeiro passo para calcular o ROI da previdência privada é fazer a simulação do seu investimento para ter uma ideia do quanto irá receber no final. Muitas corretoras oferecem esse simulador no site, com base em uma hipótese de rentabilidade padrão. 

Por exemplo, vamos supor que você tenha 30 anos e queira investir R$ 1.000,00 por mês para se aposentar aos 60 anos. Usando como referência uma rentabilidade de 5% ao ano, o valor acumulado após 30 anos de contribuição seria de aproximadamente R$ 835.732,59  brutos (sem considerar IR e taxas). 

2. Aplique a fórmula do ROI 

Com o retorno da previdência privada estimado (capital + rentabilidade), o próximo passo é aplicar a fórmula do ROI:

ROI = (Ganho obtido – valor investido) / valor investido

Seguindo nosso exemplo, o cálculo seria:

(835.732,59 – 360.000,00) / R$ 360.000,00 = 1,32 x 100 = 132%

Logo, nesse caso, o ROI da previdência privada foi de 132%.

3. Avalie o resultado

No exemplo utilizado, o ROI de 132% indica que o retorno superou os custos da previdência privada. Mas, para chegar ao valor exato, é preciso descontar o Imposto de Renda e possíveis taxas de carregamento e administração da seguradora, além de considerar a correção monetária

Se o resultado do ROI for negativo, significa que o investimento não vale a pena, pois seus rendimentos não foram suficientes para cobrir os custos e gerar lucros. Claro que esse é apenas um dos critérios que você deve levar em conta ao escolher um plano de previdência privada, mas é uma referência útil para pensar no longo prazo.

Entendeu como usar o ROI da previdência privada para calcular o retorno do seu plano? Aproveite para comparar seus rendimentos atuais com as soluções da Onze, que elevam a previdência privada a um novo patamar.