Segunda via de Imposto de Renda: como solicitar em 2020

Por Redação Onze

segunda-via-imposto-de-renda

Precisa da segunda via de Imposto de Renda, mas não sabe como proceder? Então este confira nosso guia completo!

Uma cópia do documento pode ser solicitada online, retirada presencialmente e até recuperada no seu próprio computador. Para facilitar sua vida, preparamos um passo a passo bem simples com tudo que você deve fazer para obter a segunda via de Imposto de Renda e manter seus documentos em ordem. Ficou interessado? Siga a leitura.



É possível solicitar segunda via de Imposto de Renda?

Tanto pessoa física quanto pessoa jurídica podem solicitar segunda via de Imposto de Renda.

É possível requerer cópia de documentos apresentados e arquivados na Receita Federal e comprovação de pagamento do Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais).

A solicitação pode ser feita pelo sistema e-CAC ou por atendimento presencial, que deve ser agendado no site da Receita. Mas vale lembrar que as cópias do documento só podem ser retiradas pelo solicitante.

Além disso, é possível obter cópia em arquivo digital desde que você forneça uma mídia de gravação, como pendrive.

E, ao solicitar a segunda via de Imposto de Renda, é preciso pagar uma taxa pelo serviço de reprodução de documentos, que deverá ser recolhida em DARF com código de recolhimento.

Como solicitar segunda via de Imposto de Renda

A solicitação de segunda via de Imposto de Renda pode ser feita de três maneiras diferentes. Confira o passo a passo para cada uma delas na sequência.

Pelo seu computador

Antes de solicitar a segunda via para a Receita, a dica é conferir se ela está gravada no seu computador, caso você ainda utilize a mesma máquina atualmente.

O primeiro passo é identificar se o programa da Receita utilizado para fazer a declaração está salvo no seu computador. Se você precisa da declaração de 2019, o programa deverá estar salvo como “IRPF2019“.

Caso você encontre o programa, abra-o para imprimir a segunda via da declaração.

Pelo sistema e-Cac

Se você tiver certificado digital, existe a possibilidade de obter uma segunda via por meio do sistema e-Cac (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte) da Receita Federal.

Nesse caso, a cópia estará disponível na aba “Meu Imposto de Renda”. Simples assim. O certificado digital é um cartão vinculado ao CPF que comprova a sua identidade digital. Por meio dele,é possível realizar transações online, garantindo autenticidade e proteção das informações.

Por atendimento presencial

Outra forma de solicitar a segunda via de Imposto de Renda é presencialmente nos postos de atendimento da Receita Federal. Primeiro agende uma consulta para ir ao posto de atendimento mais próximo de onde você mora.

O agendamento da visita deve ser feito por meio da página de agendamento no site da Receita. Depois de agendar, vá até o posto da Receita.

A documentação completa necessária está listada na página de solicitação da Receita, para contribuintes jurídicos e físicos. Não se esqueça de levar documento de identidade com foto (RG ou CNH) para fazer a solicitação e de preencher o formulário disponível na página. Documentos sem foto não são aceitos nos servidores da Receita.

Cuidados para não extraviar declaração de Imposto de Renda

Agora você já sabe como obter a segunda via de Imposto de Renda. Mas, a partir de agora, a dica é ter alguns cuidados na hora de fazer a declaração de IR para não extraviar o documento no próximo ano.

Veja as recomendações abaixo e coloque-as em prática em 2020:

1. Guarde o documento em arquivo digital

A maneira mais eficaz de não extraviar a declaração de Imposto de Renda é salvar o documento em um arquivo digital assim que ele for emitido. Você pode enviá-lo para o seu e-mail ou arquivá-lo em um pendrive, por exemplo.

Mas o melhor método é guardar o documento em uma plataforma de armazenamento em nuvem, como o Google Drive, por exemplo.

Dessa forma, você não corre o risco de perder a declaração devido a corrompimento de arquivos no pendrive, nem de que o documento fique perdido em meio a uma lista gigante de e-mails.

2. Organize os arquivos de Imposto de Renda

A segunda dica é prezar pela organização na hora de guardar o documento. Aqui vale criar uma pasta para armazenar todas as declarações de IR, reunindo os documentos de cada ano em um único local.

Dessa forma, fica mais fácil acessá-los se for necessário, sem que você fique se perguntando onde eles estão arquivados.

Lembre-se de que, em 2020, a declaração de Imposto de Renda começa na primeira semana de março e tem prazo até dia 30 de abril.

Com as dicas acima, você não vai mais precisar de uma segunda via de Imposto de Renda nos próximos anos.

Aproveite para colocá-las em prática em 2020 e siga atento aos conteúdos do blog da Onze para ficar por dentro de todos os cuidados, prazos e dicas para declarar o  Imposto de Renda.