Simulador da bolsa de valores: opções e por que usar

Por Redação Onze

Como funciona um simulador da bolsa de valores

Simulador da bolsa de valores é uma plataforma que permite ao investidor operar em um ambiente de negociação como se estivesse no home broker real. Assim, ele compra e vende ações e acompanha a carteira de investimentos, exatamente como em uma plataforma real, mas usando dinheiro fictício.

Indicado principalmente para investidores iniciantes, o simulador é uma ferramenta que permite treinar as operações da bolsa. Assim, é possível se familiarizar com o ambiente de negociação e ganhar experiência para só então comprar e vender ações de verdade.

É importante destacar que o simulador é bastante fiel ao home broker real. Nele, geralmente o investidor pode emitir ordens de compra e venda de ativos em tempo real, de acordo com os números do mercado no momento. Pode ainda usar o recurso de replay, que permite reproduzir índices de determinado dia para fazer testes e validar uma estratégia.

Por que usar um simulador da bolsa de valores

Agora que você sabe o que é um simulador da bolsa de valores, é hora de conhecer os benefícios de usar a ferramenta na prática. Confira as principais vantagens a seguir:

1. Para adquirir segurança

Uma razão para usar o simulador da bolsa de valores é a segurança que ele oferece ao investidor iniciante. Ao acessar a ferramenta, você tem certeza de que não vai perder dinheiro ao fazer negociações. 

É, portanto, o ambiente em que você pode errar sem que os riscos ao seu patrimônio sejam reais. Além disso, ao observar o histórico de operações, dá para avaliar a performance ao longo do tempo, identificando erros e acertos.

2. Para aprender sobre a bolsa de valores

Outra vantagem é o aprendizado criado a partir do simulador. Quando falamos em mercado de ações, é claro que a teoria é importante. Mas a prática e a experiência também têm papel relevante no sucesso do investidor. 

Afinal, a bolsa de valores é um ambiente volátil, que demanda previsões, acompanhamento dos números do mercado e identificação de oportunidades. E todas essas atividades podem ser confusas em um primeiro momento. Por isso, usar a ferramenta é uma forma de aprender sobre a bolsa de maneira geral.

3. Para entender as operações da bolsa

O simulador também permite ao investidor conhecer todas as operações que ocorrem na bolsa de valores, desde ordens de compra e venda a mecanismos como stop gain e stop loss, por exemplo. Aí, quando estiver operando em um home broker, o investidor já estará familiarizado com todas as ações que precisa desenvolver para gerenciar as aplicações.

4. Para testar novas estratégias

Vale frisar que o simulador da bolsa de valores não é indicado apenas para iniciantes no mercado de ações. Na verdade, até mesmo investidores experientes podem se beneficiar da ferramenta. O objetivo, nesse caso, é testar estratégias avançadas de negociação para só depois colocá-las em prática, minimizando os riscos de perder dinheiro.

3 simuladores da bolsa de valores

Há vários simuladores da bolsa de valores disponíveis no mercado. A seguir, elencamos algumas plataformas eficazes para você começar a treinar negociações. Acompanhe as dicas:

1. Fast Trade

Simulador da Cedro, empresa de tecnologia no mercado financeiro, o Fast Trade permite ao investidor simular ações com limite diário fictício de até R$ 100 mil. O simulador é idêntico à plataforma Fast Trade. É possível realizar operações no mercado de opções, futuros e fracionário e operar travas. Além disso, as operações são zeradas no dia seguinte para que o investidor faça novos testes. 

2. Tryd SIM

Outro simulador da bolsa de valores é a ferramenta Tryd SIM, da CellBroker, disponível para clientes como licença da plataforma Tryd PRO. Nela é possível enviar ordens de compra e venda em tempo real e avaliar estratégias operacionais. 

Além disso, há a solução Replay de Mercado com simulador de ordens, disponível sem custo adicional nas edições da Tryd TRADER e PRO. O replay permite armazenar e reproduzir o pregão para analisar cenários específicos.

3. ProfitTraining

O simulador ProfitTraining, da Nelogica, permite realizar treinamentos a partir do replay de mercado. O investidor pode acompanhar pregões passados e simular o envio de ordens. Entre as funcionalidades, destacam-se recursos gráficos, livro de ofertas, acompanhamento operacional e mapa de fluxo.

E então, compreendeu a importância do simulador da bolsa de valores? Faça o teste em diferentes plataformas, avalie qual delas oferece as funcionalidades que você deseja e comece a aprender sobre o mercado de ações. Compartilhe este artigo se você curtiu as dicas.