Small caps Bovespa: conheça as melhores oportunidades para investir

Por Redação Onze

Small caps Bovespa

O que são as small caps da Bovespa?

As bolsas de valores não são ambientes homogêneos. Ou seja, as empresas listadas não são todas iguais, não só pelo segmento em que atuam, mas pelos seus respectivos patrimônios.

Nesse aspecto, costuma-se classificar as companhias com papéis negociados em pregão de duas formas: as big caps, grupo no qual estão as grandes corporações, normalmente com muito tempo de listagem e as small caps, as empresas de menor porte.

Nesse caso, a abreviatura “cap” vem de capital, portanto, podemos dividir as empresas com ações negociadas em bolsa como de grande ou baixa capitalização.

Por outro lado, isso não quer dizer que elas capitalizem mais ou menos. A nomenclatura serve apenas para separar as companhias mais sólidas daquelas com menos “bagagem” e patrimônio acumulado.

Conheça o índice SMLL de small caps

Outra característica que as bolsas de valores em geral têm é que elas também negociam os chamados índices. Eles são formados a partir da performance de um grupo de empresas de características semelhantes, por isso, suas oscilações são importantes sinais que devem ser considerados.

No caso da nossa bolsa, a B3, além do índice Bovespa tradicional (INDEXBVMF), temos o índice SMLL, no qual só são contabilizados os resultados das small caps. Sendo assim, quando as empresas desse segmento apresentam boa performance, o índice sobe e quem investir nele tem lucros.

Mas se as small caps performarem mal, o índice SMLL Bovespa cai e, em consequência, os investidores perdem dinheiro.

Exemplos de small caps na Bovespa

Embora algumas small caps Bovespa sejam empresas pouco conhecidas do grande público, da maioria delas você provavelmente já ouviu falar. As mais destacadas delas e os seus tickers são:

  • GOL – GOLL4
  • Banco Inter – BIDI11
  • Usiminas – USIM5
  • Movida – MOVI3
  • Lojas Marisa – AMAR3
  • Totvs – TOTS3.

Vantagens das small caps

Aparentemente, investir em uma empresa com menos tempo de capital aberto no mercado pode não ser boa ideia. Mas não leve isso ao pé da letra, especialmente ao considerar as vantagens que só quem investe em small caps percebe. Veja quais são:

Potencial maior de valorização

Big caps são, via de regra, companhias com muito tempo na bolsa de valores. Por isso, seus papéis apresentam uma curva de crescimento menor, já que essas são as empresas que já “chegaram lá”.

Assim sendo, ao comprar ações de small caps, o investidor tem a chance de acompanhar o processo de evolução da empresa, com maior potencial de valorização.

Mais acessíveis

Como são empresas menos visadas por grandes fundos e investidores, as small caps costumam ter suas ações vendidas a preços mais em conta do que as de empresas de grande porte. Por isso, são também uma boa oportunidade para o investidor menos capitalizado e que não precisa se concentrar apenas em papéis com alta liquidez.

Menos expostas

Pode parecer que não, mas, em momentos de crises econômicas causadas por fatores externos, os preços das small caps tendem a sofrer menos quedas. Isso porque elas são companhias direcionadas ao mercado interno, então, quando o baque é causado por algo de fora, elas tendem a ser menos atingidas.

Embora isso não seja uma regra, é algo que deve se considerar sempre que nos referimos às small caps em geral.

Riscos das small caps

Investir na bolsa pode gerar perdas — não importa o tamanho da empresa. As small caps Bovespa não fogem disso, portanto, deve-se considerar os riscos ao comprar essas ações.

Análise menos precisa

Por não terem um histórico tão grande, fica mais difícil fazer análises técnicas de small caps por falta de dados, dependendo do período em questão.

Futuro ainda incerto

O mercado financeiro às vezes prega peças e, em momentos de instabilidade, as small caps podem sucumbir. Embora não seja recorrente uma empresa desse tipo falir, esse é um risco que acompanha empresas com menos tempo de estrada no Brasil.

Liquidez menor

Como são ações com volume menor de negociação, pode ser mais difícil encontrar compradores em certos períodos.

Como analisar e escolher small caps na Bovespa

De qualquer forma, antes de investir nas small caps Bovespa, vale sempre dedicar algum tempo às análises fundamentalistas. São elas que vão indicar se vale a pena, em um dado momento, comprar uma ação para lucrar posteriormente com a sua valorização.

Não deixe, ainda, de acompanhar as notícias do mercado financeiro, já que é dele que a maioria dos investidores tira os dados para pautar suas decisões. Se uma small caps figurar bem nas manchetes e nas seções de economia, então, possivelmente suas ações vão se valorizar.

Outra maneira de se manter bem informado para decidir melhor antes de investir é ler os textos que são publicados aqui, no blog da Onze. Você investe melhor e o seu bolso agradece.