Wealth management: o que é e como pode ajudar minhas finanças?

Por Redação Onze

wealth management

O que é wealth management?

Se existe uma verdade no mercado financeiro atualmente, é a de que ninguém fica rico aplicando dinheiro na caderneta de poupança. Absolutamente ninguém. Até hoje, poucas pessoas conseguiram alcançar o topo da pirâmide financeira e os que conseguiram, possuem fortunas inimagináveis para um cidadão comum.

Um exemplo de pessoa que conseguiu atingir o alto escalão da vida é Bill Gates. O fundador da Microsoft possui tanto dinheiro que, caso decidisse aplicar toda sua fortuna na Bolsa de Valores da Turquia, controlaria 65% de todo o mercado do país.

Com um patrimônio dessa dimensão, é natural que essas pessoas procurem por formas alternativas de gestão e planejamento financeiro. E é nessa parte que elas se diferenciam da grande massa investidora.

A administração de grandes fortunas e patrimônios é conhecida no mercado financeiro como wealth management. Nesse ramo, os serviços de consultoria, planejamento e administração de financeira prestados para pessoas físicas e jurídicas são feitos de forma exclusiva, com alternativas diferenciadas de investimentos gestão financeira de alto padrão.

Quando fazer?

O wealth management é uma ala do mercado financeiro que funciona de maneira diferente do usual. A começar pelos denominados “financial advisors”, que oferecem e indicam as melhores aplicações disponíveis no mercado com base nas necessidades de cada cliente.

Além disso, os escritórios privados que trabalham com a modalidade de wealth management oferecem todo o suporte necessário a respeito das questões fiscais, gestão de ativos e assessoria patrimonial, proporcionando conforto e comodidade aos clientes de alta renda.

Por se tratar de um serviço completo, que centraliza todas as necessidades financeiras de um cliente com maior poder aquisitivo, o ideal é que você busque pelos escritórios que forneçam o wealth management a partir do momento em que já não conseguir mais se organizar. Quanto mais patrimônio uma pessoa tem, mais difícil se torna a administração desses recursos.

Portanto, se você chegou ao ponto em que controlar seus recursos por conta própria já não é mais viável, é preciso buscar alternativas, e o wealth management é a melhor delas por fornecer, além dos serviços de administração de capital, sugestões de investimento e planejamento financeiro.

Quem pode fazer?

Por se tratar de uma gestão de fortunas, o wealth management é voltado estritamente ao público de alta renda. Para quem detenha patrimônios expressivos, o gestor de wealth management passa a desenvolver uma estratégia para ampliar o patrimônio do cliente de maneira sustentável com base na sua situação financeira.

O profissional de wealth management leva em consideração os objetivos de curto, médio e longo prazo dos seus clientes, além do seu perfil de investidor e tolerância a riscos. Após desenvolver e implantar essa estratégia, o gestor passa a se reunir de tempos em tempos com seus clientes para rever metas, revisar estratégias e equilibrar sua carteira de investimentos.

Os serviços adicionais prestados pelo wealth management, como consultoria tributária, assessoria jurídica e demais complementos, são extremamente necessários, já que problemas relacionados a qualquer uma dessas áreas podem acarretar em multas e outras sanções mais graves.

Por lidar com grandes responsabilidades, os profissionais de wealth management são altamente qualificados e preparados para lidar com patrimônios volumosos, além de serem conhecedores da legislação tributária e jurídica.

Quais são as vantagens de fazer wealth management?

Por se tratar de um serviço exclusivo, é natural que o wealth management tenha suas vantagens perante às consultorias de investimentos tradicionais e outras formas de gestão de ativos.

A primeira delas é a gestão de investimentos. No wealth management, ela é realizada por profissionais extremamente especializados e conhecedores do funcionamento do mercado financeiro.

Por outro lado, a diluição de custos também é outra vantagem, já que com o wealth management você terá acesso às melhores alternativas de investimentos do mercado.

Entretanto, a principal vantagem do wealth management é a assessoria profissional em áreas de maior complexidade, como a gestão fiscal, contábil e jurídica.

Atualmente, qualquer descuido em alguma dessas esferas pode resultar em sanções graves. Portanto, mais do que importante, o acompanhamento profissional nessas áreas é imprescindível para detentores de grandes fortunas.

Ao longo do tempo, clientes com maiores poderes aquisitivos sempre buscaram por serviços de níveis mais exigentes e personalizados no que tange a investimentos. Observando essa demanda, surgiram os escritórios de wealth management, que proporcionam as melhores alternativas de investimentos, pensadas de forma individualizada, além de incluir no pacote serviços de grande valia para pessoas mais ricas, como a assessoria contábil, fiscal e jurídica.

Sendo assim, fica claro que ao contratar os serviços de wealth management seus rendimentos serão beneficiados com a gestão exclusiva e personalizada proporcionada por esses escritórios.

Ao longo deste artigo, você pôde perceber que o wealth management é bem mais do que uma simples assessoria de investimentos. O conjunto de serviços exclusivos prestados em um só lugar visa o bem-estar e a comodidade do cliente de alta renda.

Centralizar seu patrimônio em um só lugar, definitivamente, facilita a gestão e colabora com a sua organização financeira. Portanto, se você quer colocar ordem na sua fortuna, o wealth management é a sua melhor opção.

Gostou do nosso artigo sobre wealth management? Então, não perca mais tempo e confira agora este post e descubra como fazer o seu dinheiro render mais!