Creche na empresa: como planejar e implementar

Por Redação Onze

Creche

Benefícios de uma creche na empresa

Implementar uma creche na empresa traz inúmeros benefícios, começando pelo engajamento dos colaboradores que têm filhos. Com o planejamento adequado, você pode oferecer esse serviço com um custo-benefício atrativo e se destacar como empregador.

Confira as principais vantagens.

Aumenta a produtividade dos pais

Um dos principais benefícios de se oferecer creche na empresa é o aumento de produtividade e desempenho dos pais que têm acesso ao serviço. De acordo com uma pesquisa da U.S. Chamber of Commerce Foundation publicada em 2018, um a cada três colaboradores norte-americanos relatam ter perdido horas de trabalho por falta de acesso a serviços de creche.

É fácil entender a relação entre os fatores, pois os pais ficam mais tranquilos em ter seus filhos próximos e se dedicam com mais afinco à empresa que proporciona esse benefício.

Melhora a retenção de talentos

Outro dado da pesquisa é que quatro em cada cinco pais reconhecem o papel essencial das empresas na promoção de cuidados acessíveis para as crianças. Por isso, a creche na empresa também tem o poder de aumentar a retenção de talentos, já que os profissionais preferem organizações que se preocupam com suas demandas familiares.

Proporciona mais flexibilidade

A flexibilidade é um valor importantíssimo para os profissionais modernos, e a creche na empresa traz mais esse benefício para as equipes. Ao ter um espaço para os filhos dentro da organização, os colaboradores conseguem conciliar melhor sua vida profissional e pessoal, além de adaptar seus horários e ganhar mais autonomia no trabalho.

Promove a saúde financeira

A pesquisa dos EUA também mostra que 32% dos pais gastam mais de 20% da renda com serviços de babá, creche e escola infantil. De fato, esses serviços estão cada vez mais caros e têm impacto significativo na vida financeira dos colaboradores que têm filhos.

Por isso, a creche na empresa é essencial para promover a saúde financeira dos funcionários e ajudá-los a equilibrar o orçamento.

Aumenta as lideranças femininas

Com a valorização da diversidade e de lideranças femininas, a creche na empresa se tornou mais importante do que nunca. Considerando que as mulheres estão adiando o momento de ter filhos, é comum que se tornem mães quando já ocupam altos cargos na empresa.

Logo, é vantajoso para a organização oferecer os serviços de cuidados com os filhos para manter essas líderes próximas, engajadas e satisfeitas com a atenção da empresa à maternidade.

Cuidados com a creche na empresa

O principal cuidado que a empresa deve tomar ao implementar um projeto de creche é pensar na sustentabilidade financeira do serviço. Isso porque o custo é o maior obstáculo desse tipo de benefício, seguido da complexidade em manter a infraestrutura necessária e contratar cuidadores infantis.

Mas todo o trabalho de planejamento vale a pena: na Patagonia (empresa de moda esportiva referência em creche corporativa), o ROI da creche é de 91%, enquanto a KPMG atingiu impressionantes 125% com o serviço, segundo dados divulgados por Amel Zahid, fundadora do Equitable Workplaces.

Como implementar creche na sua empresa

Se você pretende implementar uma creche na sua empresa, precisa estar atento aos detalhes do planejamento e gestão.

Confira um passo a passo básico.

1. Faça um levantamento da demanda

O primeiro passo para adotar a creche na empresa é levantar a demanda interna com os pais. No caso, é preciso dimensionar quantas crianças serão atendidas e verificar suas idades para oferecer um serviço adequado a diferentes necessidades.

Também é fundamental consultar os pais sobre a adesão ao serviço e suas expectativas em relação à proposta.

2. Planeje a infraestrutura necessária

Depois, é hora de planejar como será implementada a creche na organização: reservar um espaço suficiente, calcular o investimento e custos iniciais, verificar as questões legais, estimar o número de profissionais necessários etc. Nessa etapa, é importante contar com a orientação de uma consultoria especializada ou contratar uma empresa para liderar o projeto.

3. Contrate profissionais especializados

Com o projeto pronto, a empresa deverá contratar cuidadores infantis qualificados para cada faixa etária. Para reduzir os custos e responsabilidades de gestão, também é possível recorrer a empresas de terceirização.

4. Compartilhe os custos com os pais

Por fim, os custos da creche na empresa podem ser compartilhados com os pais, descontando uma porcentagem do salário para quem adotar o benefício, por exemplo. Mas é importante que o valor seja muito mais acessível e vantajoso do que o cobrado nos serviços privados em geral.

E então, gostou da ideia de implementar uma creche na empresa? Se for inviável, você também pode adotar outros benefícios como auxílio-creche, licença maternidade/paternidade estendida e previdência privada com reversão aos filhos, que também demonstram seu cuidado com a família dos colaboradores.