Dívida Estruturada: Saiba o que é como formalizar essa operação

Por admin

As operações estruturadas são uma alternativa para alavancar os ganhos financeiros de um negócio. Através delas, os empresários podem obter recursos altos no mercado financeiro, sem precisar fazer grandes investimentos e colocar os ativos em risco.

Dentre essas operações, destaca-se a dívida estruturada, na qual o gestor capta recursos com terceiros para financiar o crescimento da empresa. Continue a leitura e saiba mais sobre esses conceitos financeiros e como utilizá-los no seu negócio.

Operações Estruturadas

Operações estruturadas são combinações de dois ou mais ativos financeiros. O principal objetivo dessa técnica é melhorar a performance dos ganhos futuros e proteger os investimentos dos riscos do mercado.

Existem inúmeras alternativas de operações estruturadas, tais como:

  • Comprar uma ação e opção;
  • Comprar ativo de renda fixa e outra opção;
  • Comprar ações e vender outra opção;
  • Comprar opções de uma companhia com preços diferentes;
  • Investir na bolsa sem investir um real na operação.

Dependendo da combinação dessas operações, o empresário pode obter resultados impressionantes. Ele pode, por exemplo, ganhar na alta da Bolsa de Valores, com risco mínimo de prejuízo. Outras garantem maiores do que a variação de juros do período.

Conheça 8 aplicações financeiras para investir o seu dinheiro.

Tipos de operações estruturadas

Confira abaixo, os principais tipos de operações estruturadas do mercado e veja qual se enquadra melhor para os objetivos financeiros da sua empresa. Vamos lá?

COE

O COE (Certificação de Operações Estruturadas) é uma das operações mais famosas. Nesse tipo de estratégia, é possível combinar ativos como renda fixa, derivativos e ações para potencializar os ganhos.

Com esse tipo de combinação, o investidor pode garantir uma aplicação com retornos altos e de baixo risco. Contudo, para alcançar esse objetivo, é importante ter a assessoria de um especialista. Ele vai avaliar as expectativas e perfil de cada investidor.

Aluguel de ações

Essa é uma operação estruturada ideal para quem tem ações e não pretende negociá-las em curto prazo. O funcionamento é bem simples: o investidor disponibiliza suas ações para aluguel e em troca recebe uma taxa pré-determinada.

Durante o período que as ações estão alugadas, o investidor continua recebendo os rendimentos e a taxa do aluguel. Dessa maneira, é possível maximizar os ganhos com baixo risco.

Índices de rentabilidade: o que são e quais os principais do mercado.

Venda a descoberto (Short)

Essa operação estruturada consiste na venda de uma ação que, “tecnicamente”, o investidor não tem na carteira. Para tanto, é preciso fazer dois movimentos: alugar uma ação e depois vendê-la no mercado.

A estratégia é recomendada quando você percebe uma baixa no mercado e indícios de que o preço da ação vai cair. Se isso acontecer, no momento de devolver a ação alugada, você compra por um preço baixo e ganha na diferença de valor.

Termo

O termo é um contrato que fixa o preço de um lote de ações que serão liquidadas no futuro. Essa operação estruturada é usada quando o mercado está em alta e o investidor quer alavancar os ganhos das suas aplicações.

A principal vantagem dessa estratégia é a proteção do preço. Isso porque, o comprador pode adquirir uma ação a termo com um preço fixado, antes que haja o aumento do preço das ações. Normalmente, esses contratos têm prazo de vencimento entre 30 até 90 dias.

Financiamento

O financiamento é outro tipo de operação estruturada usada para aumentar os ganhos no mercado financeiro. Ela consiste na compra à vista de uma determinada ação e na venda simultânea de opções compra desta ação.

Isso garante ao titular das opções o direito de comprar ações por um preço determinado na data do vencimento. Caso a opção seja exercida, o investidor sabe desde o início da operação qual será o retorno financeiro.

Por outro lado, caso ela não seja exercida, o investidor recebe o prêmio na venda da opção e com ação na carteira por um preço menor.

Long x Short

A operação long x short consiste em manter simultaneamente, uma posição comprada em um papel e uma posição vendida em outro que vai ficar em alta. Para isso, é preciso alugar uma ação a descoberto para pagar o valor ao comprador.

Nesse caso, o investidor garante uma posição vendida na ação e adquirida em outra, com o objetivo de ter lucro quando a ação foi liquidada, devido a alta do mercado.

Operar vendido: o que é e quando é a melhor opção.

Collar

O Collar pode ser definido como uma estratégia que tem como objetivo proteger uma posição no mercado. Assim, ele ajuda a evitar prejuízos em caso de queda e a assegurar os ganhos se houver valorização.

Ele também é uma operação estruturada que combina um ativo-objeto ou ação, o lançamento de uma call, que é a venda de opção de compra, e a compra de uma put ou opção de venda. Dessa forma, a operação permite definir o lucro e o prejuízo.

Dívidas Estruturadas

A dívida estruturada é uma estratégia comumente utilizada por empresas que estão em fase de crescimento. Por meio dessa técnica, elas conseguem captar os recursos necessários para expandir e atingir seus objetivos.

Diferente das dívidas bancárias, as estruturadas podem permitir que o credor converta o débito em uma propriedade ou na participação societária no negócio, caso a dívida não seja quitada no prazo estipulado.

Nesse tipo de dívida, são usadas operações variadas de renda fixa e variável a exemplo dos debêntures conversíveis. Esse tipo de ação oferece garantias e taxas de juros atrativas para os investidores.

No entanto, não é fácil adquirir uma dívida estruturada. Afinal, a empresa deve apresentar mais do que histórico positivo para atrair o interesse dos investidores. Ela precisa cumprir alguns pré-requisitos como:

  • Ter uma atuação consolidada no mercado e nos produtos vendidos;
  • Histórico de rentabilidade;
  • Plano de expansão para o negócio.

Para atingir o objetivo e conseguir um investimento, o ideal é que o empresário seja assessorado por especialistas. Afinal, esse profissional tem experiência em dívida estruturada e irá indicar o método mais indicado para captar recursos e liquidar o débito adquirido pela empresa.