Débito Automático: Entenda como funciona

Por admin

Quem já se esqueceu da data de pagamento de algum boleto e acabou pagando juros e multas por conta do atraso ou, em casos piores, teve o serviço interrompido durante um período sabe que essa é uma situação pra lá de comum.

Felizmente, para quem quer uma forma melhor de organizar as contas e estar sempre em dia com as finanças, existe a possibilidade de automatizar o processo de pagamento de algumas faturas, o famoso débito automático. Para saber mais sobre como essa operação funciona, continue a leitura!

O que é débito automático?

O débito automático é uma maneira de automatizar o pagamento de faturas. Basicamente, o banco em que você tem conta realizará automaticamente todos os pagamentos registrados em seu nome, assim você economiza tempo e garante que todas as suas contas sejam pagas em dia.

 

O intuito do débito automático é de tornar-se um serviço conveniente ao consumidor, já que contas de energia, gás, internet, celular e aluguel, por exemplo, podem ser pagas automaticamente. Entretanto, é preciso entender mais a fundo como esse processo funciona para que não haja dores de cabeça quanto a cobranças indevidas ou atrasos no pagamento devido à falta de fundos na conta corrente.

Como o débito automático funciona?

Na realidade, o funcionamento do débito automático é bem simples. Em vez de você pagar os boletos que recebe em casa, o banco pagará esses boletos por você no dia do vencimento. Os clientes devem cadastrar a empresa junto ao banco para que, sempre que for emitida alguma fatura em nome do cliente, o banco realize o pagamento diretamente da conta ou do cartão de crédito do cliente.

Na prática, é mais ou menos assim: o cliente solicita o cadastramento da empresa de energia, por exemplo, junto ao banco (esse passo pode ser feito por diversos canais). O banco realizará o cadastro da empresa de energia em nome do cliente e, no dia do vencimento da fatura, o banco debitará o valor integral da fatura da conta do cliente.

Como colocar suas contas em débito automático?

Para colocar suas contas em débito automático, você pode utilizar diversos canais do seu banco, como atendimentos por telefone, internet banking, aplicativos ou indo até uma agência mais próxima. Para cadastrar suas contas pelo internet banking, basta seguir estes passos:

  1. acesse sua conta com o número e senha;
  2. clique no menu principal e procure por “Débito Automático” ou “Cadastro de Débito Automático”;
  3. selecione o tipo de conta (luz, água, gás, telefone, internet, tributos ou outro);
  4. selecione o nome da empresa conveniada;
  5. caso haja a possibilidade, crie uma descrição de como o pagamento da conta aparecerá em seu extrato, isso ajudará a identificar o pagamento;
  6. escolha a forma de pagamento (conta-corrente ou cartão de crédito) e conclua o processo.

Esse processo pode mudar de um banco para outro. O aplicativo do Santander, por exemplo, pergunta se você deseja incluir um valor máximo para pagamento das contas, assim as contas de determinado fornecedor que ultrapassem o valor estipulado não serão cobradas. No geral, o procedimento segue o padrão descrito acima para todos os bancos.

Vale ressaltar que o débito automático só poderá ser autorizado mediante confirmação do banco, do fornecedor e do cliente. Por isso, confirme se o seu fornecedor trabalha com essa opção e fique sempre atento aos pagamentos realizados.

É seguro usar o débito automático?

Cadastrar as contas no débito automático é uma boa forma de economizar tempo em filas e até mesmo dinheiro, já que algumas empresas podem oferecer descontos caso o cliente cadastre a fatura em débito automático, mas isso não quer dizer que você não deva ficar de olho nas transações.

Em alguns casos — seja por falhas nas comunicações ou por atitudes indevidas de empresas — pode ocorrer alguma cobrança indevida, duplicada ou até mesmo a falta de cobrança, acarretando juros e multas para o cliente.

Por isso, é preciso que o cliente acompanhe sempre o extrato bancário para confirmar se os pagamentos foram compensados corretamente.

Dicas para usar bem o serviço

Considerando as vantagens de se cadastrar contas em débito automático, é preciso que você mantenha boas práticas para não ter nenhum tipo de problema em relação aos pagamentos. De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, é preciso:

  • conferir se há cobrança de taxas pela utilização do serviço;
  • manter saldo suficiente na conta nos dias do pagamento;
  • verificar se o pagamento ocorre sempre na data de vencimento;
  • evitar colocar em débito automático faturas que variam de valor mensalmente, como faturas de cartão de crédito, já que os valores divergentes podem demorar meses para serem ressarcidos;
  • conferir sempre as faturas diretamente com as próprias empresas para garantir que o valor debitado seja o correto.

Além disso, vale ressaltar que, em caso de cancelamento de algum serviço, é fundamental que o cliente cancele também a cobrança automática desse serviço, evitando que sejam feitas cobranças de algo que não está sendo utilizado. Em casos de troca de banco, conta ou extinção de conta, o cliente também precisa comunicar banco e fornecedor para que as cobranças e pagamentos sejam feitos corretamente.

Também é importante dizer que o consumidor não é obrigado a aderir a esse serviço. Mesmo que o débito automático seja uma opção de pagamento muito prática, nenhuma empresa pode obrigar o consumidor a cadastrar seus boletos.

Sendo assim, é possível perceber que o débito automático é conveniente àqueles que querem automatizar o pagamento de contas, já que o banco realiza os pagamentos nas datas de vencimento, economizando tempo e até mesmo custos do consumidor que podem ser usados em outras situações.

Lembre-se apenas de sempre acompanhar as transações para confirmar os valores debitados e garantir que os pagamentos foram efetuados, além de manter o controle de suas finanças.

Você já cadastrou alguma conta em débito automático alguma vez ou tem vontade de cadastrar? Deixe a sua impressão sobre esse modelo de pagamento nos comentários!