Quer juntar dinheiro para viajar? Confira o que você deve fazer!

Por admin

A viagem dos sonhos pelo simples prazer de conhecer um lugar especial no Brasil e até no exterior está longe de ser um gasto financeiro ou algo supérfluo. Muito pelo contrário. Viajar faz bem e não importa a idade.

E o melhor é que não é mais um privilégio para poucos arrumar as malas e partir, muito menos uma meta inalcançável. Para tornar o sonho realidade, basta planejamento para escolher o destino, quando pretende embarcar e juntar dinheiro para viajar.

Confira 5 dicas para juntar dinheiro para viajar

1 – Avalie sua vida financeira

Como em todo projeto, junto com o planejamento é preciso também organização e disciplina para chegar ao objetivo. Não é diferente no caso do projeto da viagem dos sonhos. Uma primeira decisão é definir se a viagem será sozinho, em casal, em família ou em grupo.

Seja como for, para juntar dinheiro para viajar, o primeiro passo é avaliar sua vida financeira. Isso ajuda a identificar se há recursos que estão sendo usados para algo dispensável e que poderia ser disponibilizado para questões referentes à viagem.

O passo seguinte é analisar as opções para viabilizar a viagem desde o transporte até a hospedagem, passeios e alimentação. Ou seja, qual a capacidade financeira existente e quais outras fontes de recursos que podem ser usadas para viajar.

2 – Poupança e outros investimentos

Economizar é a palavra-chave para quem deseja fazer a viagem dos sonhos. Por isso, uma primeira medida para começar a juntar dinheiro para viajar pode ser abrir uma poupança exclusiva para guardar o dinheiro que será usado durante a viagem. E tendo a vida financeira em ordem é possível definir um valor mensal para ser colocado na poupança, sem prejudicar o orçamento.

A ideia é usar como se fosse o tradicional cofrinho. O dinheiro não deve ser retirado a não ser que seja para custear a viagem. Uma outra opção é buscar outras modalidades de investimento que possam ter um rendimento até maior que a poupança. Neste caso, o ideal é contar com o apoio de especialistas para definir qual a melhor opção entre renda fixa, CDB, Tesouro Direto, Fundos de Investimento, entre outras, considerando o objetivo que é juntar dinheiro para viajar.

É importante também verificar suas reservas para emergências, se houver. O ideal é não mexer nesse dinheiro, mas vale uma avaliação para, se necessário, usar algum valor da reserva para algo inesperado relacionado à viagem.

3 – Renda extra

Economizar e rever gastos do dia a dia já ajudam. Mas outra dica é encontrar novas fontes de receita. Uma possibilidade é ocupar horas ociosas com um novo trabalho para gerar uma renda extra para financiar a viagem.

Outra medida é praticar o desapego e colocar à venda objetos que estejam ocupando espaço dentro de casa, sem uso frequente e sem valor sentimental. Existem sites que facilitam a negociação e isso pode inclusive se tornar uma “ação entre amigos”. Isto é, seus amigos podem ajudar no seu projeto de juntar dinheiro para comprar os objetos à venda.

4 – Cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser um aliado importante no projeto de juntar dinheiro para viajar. Uma possibilidade é ter um cartão exclusivo para a viagem. Ou seja, concentrar todas as compras (passagens, hotel…) em um único cartão. Assim será possível ter um melhor controle do orçamento para custear toda viagem, sem misturar com os pagamentos do dia a dia como supermercado, combustível e farmácia, por exemplo.

Além disso, verifique com a operadora do cartão a possibilidade de um limite, dentro do orçamento, mas suficiente para bancar boa parte dos custos com a viagem – especialmente nos pagamentos no destino escolhido.

5 – Milhas e promoções

Ao escolher o cartão de crédito, a dica é optar por um possua um programa de fidelidade que permita acumular pontos e trocar milhas que possam ser trocadas por passagens aéreas e até hospedagem.

E para que os custos com a viagem sejam menores e fiquem dentro do orçamento previsto, outra dica é ficar de olho nas promoções que as empresas aéreas costumam fazer. Geralmente vale para voos em horários alternativos (de madrugada), mas acabam compensando pelo valor muito abaixo da tabela cheia.

A dica é baixar o aplicativo das principais empresas aéreas do Brasil e ficar atento às promoções.

Sugestões de destinos

Para quem sonha conhecer cidades e lugares do Brasil, confira a seguir cinco sugestões de destinos a partir de um levantamento do site Skyscanner. As informações confirmam que viajar é um sonho que cabe no seu bolso.

Foz do Iguaçu (PR)

Para conferir atrações naturais, como as Cataratas, e a proximidade com centros de compras no Paraguai e na Argentina, é possível encontrar passagens aéreas a partir de R$ 235,00 e hospedagem em hostels com diárias a partir de R$ 45 e em hotéis 4 estrelas a partir de R$ 139. Nas visitas aos principais pontos turísticos de Foz, o gasto médio é de R$ 130 por pessoa.

Porto Seguro (BA)

Para conhecer a atração litorânea do sul da Bahia, é possível comprar passagens aéreas a partir de R$ 250,00. As opções de hospedagem vão de R$ 52,00 (hostels) e a partir de R$ 280,00 em hotéis 4 estrelas.

Florianópolis (SC)

Com suas 42 praias, Florianópolis é destino certo para quem gosta de praia, Sol e mar. Por isso, a dica é visitar a capital catarinense em períodos menos movimentos e aproveitar preços mais em conta de hospedagem com diárias em hostels a partir de R$ 45,00 e hotéis de 4 estrelas a partir de R$ 290,00. É possível comprar passagem para Floripa a partir de R$ 208,00.

Ouro Preto (MG)

Com todo o seu patrimônio histórico ao ar livre, Ouro Preto atrai especialmente os amantes da arquitetura e da cultura que podem economizar reservando vagas hostels por apenas R$ 85,00 a diária. As passagens a áreas podem encontradas a partir de R$ 288,00.

Jericoacoara (CE)

Um dos lugares paradisíacos do Ceará e que só perde para a capital, Fortaleza, na preferência dos turistas. As diárias em hostels costumam ser baratas, a partir de R$ 35,00. Por outro lado, com poucas opções de voo, o valor da passagem é alto, a partir de R$ 616,00. Por isso, é recomendado ir para Fortaleza e seguir de carro até Jericoacoara.

No exterior

  • Se o desejo é de viajar para o exterior, em outro levantamento, do site Eurodicas, feito em setembro de 2019, aponta quanto custa uma viagem para a Europa.
  • Na baixa temporada, o custo para um casal é de R$ 600,00 contabilizando passagens aéreas (ida e volta) e hospedagem em hotel simples.
  • Só a passagem, partido do Brasil, na baixa temporada fica na média de R$ 2.500,00 (ida e volta). Na alta temporada (entre meados de junho e setembro), o valor sobre para R$ 4.000,00.
  • Em termos de hospedagem, na comparação entre seis países, os preços das diárias em hotéis ficam muito próximos (valores em Euros e em Reais; cotação de novembro):

Itália: 70€ (R$ 324,00);

Espanha: 70€ (R$ 324,00);

França: 70€ (R$ 324,00);

Holanda: 80€ (R$ 370,00);

Portugal: 60€ (R$ 277,50);

Reino Unido: 70€ (R$ 324,00).

  • Numa viagem de 20 dias, além das passagens e da hospedagem, o orçamento deve incluir traslado hotel, transporte dentro da cidade, alimentação e seguro de viagem internacional para Europa.
  • Em média, o gasto diário numa viagem na Europa é de 70€ por pessoa (cerca de R$ R$ 324,00) para alimentação, hotel e transporte público (metrô ou ônibus) dentro das cidades. E na soma total, um casal sem filhos pode gastar cerca de R$ 20.000,00 em 20 dias de Europa.

Apoio para tirar a viagem dos sonhos do papel

Uma das opções para conseguir juntar dinheiro para viajar é buscar a assessoria especializada para fazer um plano de investimento com foco na viagem. A Onze pode ajudar você. Acesse o site, faça contato, saiba mais sobre como investir e boa viagem.