People Analytics: como a tecnologia favorece a gestão de pessoas

Por Redação Onze

people analytics

Tendência na área de recursos humanos, o People Analytics promete levar análises mais precisas para o setor e facilitar a identificação de desafios. 

Baseada em dados, a metodologia propõe um olhar mais preciso e atento aos detalhes para um elemento essencial de qualquer negócio: o seu capital humano

Neste artigo, explicamos melhor o conceito, quais são as suas vantagens e como ele pode ser adotado na sua empresa.

Siga acompanhando para saber tudo a respeito!



O que é People Analytics?

O People Analytics pode ser definido como um método de análise baseado em dados que auxilia gestores de RH e suas equipes a tomarem decisões sobre a força de trabalho da empresa. 

É sobre unir tecnologia, conhecimento e estatísticas para substituir antigas abordagens baseadas apenas em intuições ou percepções. É importante ressaltar que não estamos falando sobre um software específico, ainda que a metodologia possa fazer uso de vários deles. 

Afinal, para que o People Analytics funcione e seja possível ter uma visão mais estratégica do papel desenvolvido por cada colaborador, é preciso haver a coleta, a organização e a análise de dados.

Para que serve o People Analytics?

Ainda que o foco do People Analytics sejam os dados, ele serve justamente para solucionar problemas diretamente ligados a aspectos humanos e subjetivos, como a frustração por uma gestão ineficiente, a insatisfação com o trabalho e a ausência de uma cultura organizacional. 

Ou seja, é uma alternativa para melhorar os processos de RH e garantir mais motivação e satisfação para todos que constroem a empresa diariamente. 

Isso vale para recrutar profissionais, definir avaliações por desempenho, mensurar colaborações entre os setores, realizar a gestão de talentos e mesmo fazer previsões relacionadas à equipe de trabalho.

Vantagens do People Analytics

Dados e informações nunca são demais no contexto organizacional, pois ajudam as empresas a embasarem suas escolhas. Por isso, o People Analytics é tão importante.

Separamos algumas das principais vantagens dessa metodologia para você conferir:

  • Tornar processos seletivos e recrutamentos mais acertados
  • Diminuir o índice de turnover e, consequentemente, melhorar a retenção de talentos
  • Promover a melhoria contínua
  • Manter os colaboradores mais produtivos e engajados
  • Ter uma gestão de pessoas mais técnica e humana ao mesmo tempo
  • Tomar decisões mais estratégicas
  • Integrar profissionais em prol dos mesmos objetivos
  • Valorizar o trabalho coletivo
  • Implementar uma comunicação mais transparente

Como implementar o People Analytics?

Não há dúvidas de que o método People Analytics só tem a acrescentar a uma empresa. Você conferiu algumas das principais vantagens no tópico anterior. No entanto, talvez ainda não tenha certeza  sobre como colocar em prática no seu negócio.

Confira três dicas e desfrute dos benefícios dessa metodologia incrível.

Escolha um objetivo

O volume de dados levantados graças ao People Analytics pode ser pouco útil se o setor de RH não souber o que fazer com as informações. Por isso, antes de qualquer análise, é fundamental definir um objetivo principal para, depois, fazer uma avaliação mais profunda.

Digamos que a meta seja contratar um novo funcionário para a área de TI. Lançando mão do método, torna-se possível mapear os candidatos que mais se encaixam no perfil da vaga e têm a experiência e as competências necessárias.

Colete os dados

Com o objetivo definido, fica muito mais fácil começar a reunir informações. Utilizando o mesmo exemplo, nesta etapa, é importante se basear em alguns critérios na hora de levantar os dados para não criar um corpus de pesquisa muito extenso.

Por exemplo, você pode separar os resultados por categorias: candidatos com mais experiências de um lado e os com habilidades técnicas e comportamentais de outro. Tudo isso ajuda na organização e, por isso, na efetividade do processo.

Filtre os resultados

Depois de organizar a sua pesquisa, fica mais fácil filtrar por aqueles resultados que mais atendem às expectativas da empresa. O candidato ideal, por exemplo, deve ocupar uma posição de destaque tanto na categoria de experiência quanto na de competências. É o que chamamos de correlação de dados.

People Analytics e o foco nos funcionários

Investir no People Analytics é entender quem são as pessoas que fazem parte da empresa e de que forma elas podem dar o seu melhor. 

É analisar os dados gerados diariamente, e muitas vezes ignorados, para entender como o colaborador se percebe dentro da empresa e o que pode incentivar a sua produtividade e o seu desejo de construir uma carreira ali. 

Será que só a possibilidade de aumento salarial conta ou também vale apostar em opções de mobilidade? E entre os benefícios oferecidos, qual realmente oferece retorno? A previdência privada corporativa, por exemplo, é uma opção que tem sido cada vez mais valorizada.

Funciona assim: parte do salário é deduzido da folha de pagamento e aplicado em um fundo em nome do funcionário. Para cada R$1,00 descontado, a empresa pode optar por depositar mais R$1,00 – prática conhecida como “match”. 

Para a empresa, a principal vantagem é um custo até 40% menor do que o mesmo valor pago em forma de salário. 

A Onze, a primeira PrevTech do Brasil, oferece serviços que podem agregar ainda mais valor aos benefícios oferecidos aos seus funcionários. Quer saber mais sobre como funciona? Visite o site e entre em contato com o nosso time de especialistas!