HR Tech: conheça as startups de Recursos Humanos

Por Redação Onze

hr tech

Você sabe o que é uma HR Tech e como as soluções oferecidas por startups desse tipo podem ajudar a transformar uma empresa? Ou conhece pouco sobre elas?

Com foco na área de Recursos Humanos, elas ajudam a diminuir custos, tornar os processos mais eficientes e melhorar os resultados. Tudo que qualquer negócio deseja, não é mesmo?

Para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto, siga na leitura deste artigo que preparamos para você. Vamos explicar o que uma HR Tech faz e como contribui com os esforços e estratégias de RH nas empresas.

O que é uma HR Tech?

HR Tech é o nome adotado para se referir a empresas focadas em desenvolver soluções em tecnologia para a área de Recursos Humanos. Em geral, elas atuam a partir da identificação de lacunas existentes no mercado que dificultam a atuação dos profissionais. 

Mais do que apenas oferecer a tecnologia em RH, o objetivo desse tipo de empresa é desburocratizar processos, transformar a cultura organizacional e permitir que as equipes possam trabalhar de forma mais estratégica.

Qual é a origem do nome HR Tech?

HR Tech é uma abreviação para os termos “Human Resources Technology” –  em português, “Tecnologia para Recursos Humanos”. Segue a mesma lógica de termos como “edtech” ou “health tech”, que fazem referência a startups das áreas da educação e da saúde, respectivamente.

O que fazem as HR Techs?

Uma HR Tech pode se especializar na oferta de um único produto ou serviço para a área de RH ou oferecer inúmeras soluções conjuntas, o que é mais frequente.

Todas elas, no entanto, têm algo em comum: a inovação e a preocupação central em aumentar a inteligência e a eficiência do setor, ao mesmo tempo que é possível utilizar os recursos de forma mais responsável.

Muitas HR Techs são especializadas, por exemplo, em criar soluções que otimizem o processo de recrutamento e seleção de candidatos.

Para que os melhores profissionais sejam encontrados e selecionados, elas recorrem a tecnologias como machine learning e análise de dados, que permitem que o processo não fique restrito a impressões vagas.

Quer entender melhor do que estamos falando? Veja algumas das principais soluções oferecidas no mercado pelas HR Techs:

Automação de processos

Com a tecnologia desenvolvida pelas startups da área, é possível substituir o trabalho manual pelas máquinas. Assim, aquelas tarefas mais operacionais são feitas pelos sistemas, enquanto as equipes podem manter o foco em assuntos estratégicos, que exigem o raciocínio de quem conhece a empresa e a realidade dos seus funcionários.

Employer branding

Construir e manter uma marca forte e reconhecida é o sonho de qualquer empresa – e isso não vale apenas para a relação com o público externo. Moldar uma imagem positiva também depende de manter colaboradores engajados, que acreditem na marca e a defendam.

É sobre melhorar a sua reputação como empregador e, com ela, a capacidade de atrair e reter talentos.

ATS

A sigla tem origem na expressão “Applicant Tracking System”, que pode ser traduzida como “Sistema de Rastreamento de Candidatos”. É um modelo de software que vai além dos tradicionais sites de recrutamento, com inúmeras funcionalidades, indo desde a atração de profissionais para uma vaga até a admissão do colaborador.

People analytics

Tendência em crescimento, a aplicação do People Analytics inclui os processos de coleta, organização e processamento de dados para analisar o perfil e o comportamento dos profissionais que fazem parte da empresa. A ideia é aprimorar a estratégia e permitir que a tomada de decisão seja construída com mais embasamento.

HR Techs e o futuro do RH

O crescimento das HR Techs ao longo dos últimos anos só intensifica o que já era tendência para a área de RH: contar com a tecnologia como uma aliada poderosa.

Diante de um mercado de trabalho em transformação, que revela profissões emergentes e mostra a importância de discutir novas formas de contratação, o papel de quem atua na gestão de pessoas se torna cada vez mais desafiador.

Para entender o cenário, é necessário ter em mãos dados precisos, que permitam análises complexas sobre os colaboradores e os seus perfis. Em resumo, o que o futuro mostra é a importância de utilizar o que a tecnologia oferece de mais avançado para olhar o lado humano dos negócios.

Afinal, preocupar-se com o bem-estar do funcionário é investir também no crescimento da empresa – acredite, são fatores indissociáveis. 

Foi pensando nessa relação que surgiu a Onze, primeira PrevTech do Brasil. A nossa missão é oferecer soluções em previdência privada corporativa que representem um benefício tanto para a empresa quanto para o funcionário.

Funciona assim: mensalmente, uma porcentagem do salário é deduzida e aplicada pela Onze em nome do colaborador. Para cada R$ 1,00 descontado, a empresa pode optar por depositar mais R$ 1,00. A prática, conhecida como “match”, custa até 40% menos do que se o mesmo valor fosse pago em forma de salário.

Quer entender como isso é possível? Entre em contato com o nosso time de especialistas e leve esse benefício para a sua empresa.