Transferência bancária: quanto tempo demora para cair um DOC?

Por Redação Onze

Transferência bancária

Se você tem uma conta bancária, provavelmente já deve ter ouvido falar nos termos DOC e TED. Apesar de bastante utilizados, esses procedimentos ainda levantam dúvidas para algumas pessoas, especialmente quanto aos seus prazos e limites de transferência.

Por isso, neste artigo, vamos explicar o que é e quanto tempo demora para cair um DOC. Acompanhe!

O que é um DOC bancário?

O DOC, sigla para Documento de Ordem de Crédito, é uma modalidade de transferência entre contas bancárias. Geralmente, ele é utilizado para mover valores entre duas instituições financeiras diferentes, ou seja, transferir dinheiro de um banco para outro.

Para realizar um DOC é preciso ter em mãos uma série de dados do beneficiário e da conta para a qual o dinheiro será destinado, como:

  • nome do banco;
  • número da conta;
  • agência bancária;
  • tipo de conta (conta corrente ou poupança);
  • nome completo
  • CPF do destinatário.

É importante conferir todas as informações na hora de realizar a transferência para garantir que o DOC dê certo.



Quanto tempo demora para cair um DOC?

O DOC tem um tempo de compensação de um dia útil quando realizado em horário comercial. Isso significa que o dinheiro só vai chegar na conta do beneficiário no dia útil seguinte à transação.

Geralmente, os DOCs feitos após o horário comercial levam até dois dias para cair.

No caso de operações de DOC feitas aos finais de semana ou em feriados, o tempo de espera é ainda mais longo: a compensação do valor transferido pode levar até três dias para ser efetuada.

Confira também: CPF na nota vale a pena?

O DOC tem limite do valor a ser transferido?

Sim! O DOC limita as transferências bancárias a R$ 4.999,99. Caso o correntista queira transferir um valor maior do que este, será necessário utilizar outra modalidade de transferência ou realizar mais de uma operação de DOC.



TED ou DOC: qual vale mais a pena?

Atualmente, o formato de TED (Transferência Eletrônica Disponível) tem se destacado cada vez mais. Isso porque esse tipo de transferência tem um prazo de compensação muito menor que o DOC.

Caso a operação bancária seja feita durante os dias de semana e até às 17h, o valor transferido entra na conta de destino ainda no mesmo dia. Já se a operação ocorrer após esse horário, a compensação acontece já no próximo dia útil. Contudo, o TED não pode ser feito aos finais de semana, apenas agendado para o próximo dia útil.

Até alguns anos atrás, o TED ainda não era tão utilizado, pois      exigia um valor mínimo para ser realizado. Porém, hoje em dia, essa exigência não existe mais, o que tornou a modalidade ainda mais vantajosa.

Além disso, o custo das operações de TED e DOC já foi equiparado na maioria dos bancos brasileiros.