Analista de RH: o que faz e qual é a importância na empresa

Por Redação Onze

rh

Por mais moderna e automatizada que possa ser, qualquer empresa de médio ou grande porte é formada fundamentalmente por pessoas. Ter uma boa gestão corporativa requer administrar essas pessoas em diversos sentidos – e este é um trabalho para especialistas no assunto.

Assim, profissionalizar setores como o de Recursos Humanos é fundamental para que a empresa contrate os melhores colaboradores, administre eficientemente esses mesmos funcionários e retenha em seu quadro os grandes talentos – entre muitos outros benefícios. Para que o trabalho seja bem feito, é imperativo contar com um analista de RH.

O que faz o analista de RH?

Um analista de RH tem uma série de funções estratégicas e essenciais dentro da empresa. Basicamente, tudo o que envolve material humano – inclusive contratar, treinar, capacitar, promover e demitir funcionários. É, portanto, uma posição-chave no departamento de Recursos Humanos.

Ainda que possa ser ocupado por profissionais de diferentes graduações, é um cargo geralmente preenchido por psicólogos, administradores ou pós-graduados em gestão de pessoas. Por ter a responsabilidade de criar e implantar diversos processos, gerir colaboradores e participar da tomada de decisões, o analista de RH precisa ter boa liderança e total domínio de suas funções.

Confira abaixo algumas das principais atribuições do analista de RH:

  • Administra o quadro de colaboradores, no sentido de conhecer cada funcionário e sua respectiva função, além de certificar-se de que todos cumpram suas obrigações;

  • Garante que todos os colaboradores tenham seus direitos trabalhistas observados, inclusive quanto ao recebimento de salário, benefícios, férias etc;

  • Ajuda a definir os cargos que a empresa precisa ter em seu quadro para funcionar bem e ainda o salário mais adequado para cada função;

  • Cria e implanta programas de capacitação para os colaboradores antigos e de treinamento para novos funcionários, instruindo ainda sobre a cultura da empresa;

  • Promove processos de seleção e recrutamento para contratação de novos talentos e colaboradores com entrevistas, aplicação de testes e avaliação psicológica;

  • Implementa iniciativas de desenvolvimento pessoal e planos de carreira para motivar os colaboradores a darem o melhor de si e crescerem dentro da empresa;

  • Analisa o desempenho de cada colaborador em suas respectivas áreas de atuação para propor ações que minimizem os erros e melhorem os resultados;

  • Acompanha todo o processo de desligamento dos funcionários demitidos.

Benefícios do trabalho do analista de RH

Contar com os serviços especializados de um analista traz vantagens competitivas que se refletem no desempenho geral da empresa. A própria contratação de novos colaboradores acaba sendo aprimorada, já que o analista de RH faz uso de métodos eficientes para avaliar e selecionar os candidatos. Empregar os melhores talentos costuma, obviamente, dar os melhores resultados.

Confira outros três benefícios de contar com um analista de RH:

  • Não só escolhe os melhores candidatos como os ajuda a se adaptarem à cultura da organização e ao novo trabalho;

  • Ao promover o desenvolvimento, a capacitação e a promoção de cargos dos colaboradores, ajuda a empresa a reter os melhores talentos;

  • É peça-chave para respeitar a qualidade de vida e os direitos trabalhistas dos colaboradores, mantendo em dia o programa de compliance da empresa.

Dicas para contratar um analista de RH

Como mencionamos, as grandes empresa costumam selecionar profissionais formados em psicologia, administração ou gestão de pessoas para ocupar o cargo de analista de RH – cujo salário inicial gira em torno de R$ 2,5 mil.

Outra opção é contratar um tecnólogo em gestão de pessoas, uma graduação via curso tecnológico que leva dois anos e, a depender da instituição de ensino, é reconhecida pelo MEC.

Ainda mais importante que a graduação do profissional em questão é a empresa escolher, como seu analista, alguém com perfil para tal. Isso pressupõe capacidade de liderança, boa comunicação, jogo de cintura para lidar com diferentes personalidades e disposição para solucionar problemas – além de conhecimento em tecnologia, já que a posição faz uso de programas e softwares em suas análises.

Uma vez contratado, o analista de RH pode ocupar diferentes cargos, como gestor, coordenador ou gerente do departamento de Recursos Humanos.