Autoconhecimento financeiro: como evoluir na relação com o dinheiro

Por admin

Desenvolver o autoconhecimento financeiro é a melhor estratégia que você pode adotar para manter as finanças em dia. Essa habilidade permite que você melhore sua saúde financeira.

Entre a teoria e a prática, contudo, muitas pessoas têm dificuldades no controle do orçamento e, em consequência, na concretização das metas.

Se esse é o seu caso, o aprendizado ao longo deste artigo pode ajudar. Além de esclarecer o que é autoconhecimento financeiro, vamos falar de seus benefícios e como desenvolver esse comportamento na sua vida.

O que é autoconhecimento financeiro?

Como a própria expressão já sugere, o autoconhecimento financeiro é a capacidade de entender o seu próprio perfil de tomada de decisão quando o assunto é o dinheiro. 

Isso envolve desde compreender como você costuma consumir, as escolhas na hora de investir, quais são as suas metas que envolvem a questão financeira e, ainda, como realiza o controle do seu orçamento. 

Por que praticar o autoconhecimento nas finanças?

Praticar o autoconhecimento nas finanças é sobre tomar decisões mais inteligentes na hora de gastar ou investir os recursos disponíveis. 

Afinal, essa é uma habilidade que facilita a identificação de hábitos e situações que tendem a conduzir você ao consumo impulsivo. Também ajuda a entender quais são as suas prioridades e que mudanças precisa fazer na rotina para que elas se concretizem.

Pode até parecer estranho, mas a maioria das pessoas ainda mantém uma relação de estranhamento com o dinheiro e evita sequer olhar o saldo da conta bancária. Seja por medo, desorganização ou qualquer outro comportamento, isso dificulta o controle dos gastos e leva a uma visão distorcida da realidade financeira. 

Benefícios do autoconhecimento financeiro

A verdade é que se dedicar a conhecer os próprios hábitos financeiros pode render uma série de benefícios que você não deve ignorar. Saiba quais são os principais na lista abaixo:

  • Entender melhor as próprias escolhas e quem você é
  • Consumir de maneira mais consciente
  • Melhorar a sua saúde financeira, tomando decisões mais inteligentes
  • Definir metas de maneira organizada, já pensando no impacto financeiro
  • Compreender a importância de ter uma reserva de emergência
  • Poupar para investir no seu futuro
  • Evitar o estresse causado pela falta de conhecimento sobre as finanças
  • Ser capaz de fazer investimentos alinhados aos seus planos.

Cada um deles é reflexo do processo de simplesmente parar e analisar as suas próprias decisões financeiras, buscando identificar padrões, mudanças necessárias e oportunidades de crescer ainda mais. 

Como desenvolver o autoconhecimento financeiro

Já deu para perceber o quanto o autoconhecimento financeiro pode mudar a sua vida para melhor, não é mesmo? Se a dúvida agora é como chegar lá, vale compreender que estamos falando de um processo. 

Você não acorda um dia e, simplesmente, sente que está mais consciente sobre a sua relação com o dinheiro. É preciso estar disposto a refletir sobre o assunto, revisitar situações passadas e mudar comportamentos desfavoráveis. 

Para ajudar nesse caminho, tente seguir as dicas que reunimos abaixo para você. 

1. Analise o seu próprio perfil

É hora de voltar ao passado e reconstruir o seu próprio perfil. Avalie como você utiliza o cartão de crédito, quando foi a última vez ou com que frequência consegue guardar dinheiro ao fim do mês e também quanto tempo demora antes de se decidir por uma compra.

Quanto mais informações conseguir retomar, mais fácil vai ser para perceber tipo de cuidados que precisa tomar daqui para a frente.

2. Proponha desafios a si mesmo

Feito isso, é hora de começar a propor pequenos desafios a si mesmo. Se o principal problema que você identificou é o consumo impulsivo, determine que cada compra que fuja às necessidades básicas precisa ser pensada durante 30 dias. 

Pode parecer extremo, mas esse período vai servir para que você reflita sobre a real necessidade da compra. Em muitos casos, ela até mesmo vai perder o propósito após esse mês de reflexão.

Outra opção é se desafiar a reduzir a fatura do cartão de crédito em uma porcentagem específica, que seja condizente com a sua realidade. 

Todas essas atitudes levam a pensar porque esse é o seu padrão de gastos e como ele afeta a realização dos seus verdadeiros sonhos. 

3. Planeje o seu futuro e em como pode se preparar para ele

As decisões que você toma hoje podem impactar diretamente o seu futuro. Por isso, é importante projetar o amanhã e entender como e onde gostaria de estar

Se você deseja ter uma aposentadoria com segurança financeira, por exemplo, pense em como os seus hábitos o aproximam ou o afastam desse sonho. Mais do que isso, que atitudes é possível tomar para visualizar o amanhã pretendido. 

Uma opção é iniciar desde já uma previdência privada ou mesmo incentivar a sua empresa a oferecer um plano patrocinado. Assim, é possível economizar pequenas quantias mês após mês e chegar à aposentadoria com o valor planejado

Quer entender melhor como esse modelo de investimento funciona? A Onze, como primeira PrevTech do Brasil, oferece soluções personalizadas para o público corporativo, com o mínimo de burocracia e facilidade na hora de acompanhar os seus rendimentos

Acesse o nosso blog com conteúdos exclusivos sobre o assunto, visite o site e aproveite para entrar em contato conosco.