Benefícios espontâneos: o que são e quais os principais para oferecer na sua empresa

Por Redação Onze

beneficios espontaneos

Criar um pacote que inclua remuneração e benefícios atraentes tem sido um desafio para as empresas. Afinal, em um mercado cada vez mais competitivo, se destaca aquela que vai além no que oferece e que, aos olhos do colaborador, demonstra maior preocupação e cuidado com o seu bem-estar.

Uma maneira de atrair o profissional é através dos benefícios espontâneos. Diferente dos legais, obrigatórios por lei, eles podem ser estruturados de acordo com o perfil e cultura de cada companhia.



O que são benefícios espontâneos?

Os benefícios espontâneos fazem parte do pacote de benefícios empresariais. Como o nome sugere, eles não são obrigatórios, sendo oferecidos pelas empresas de maneira voluntária.

Em um levantamento publicado pela consultoria Robert Half, o pacote de benefícios é o segundo critério mais importante a ser considerado na hora de escolher um emprego. Não à toa, uma das principais razões pela qual as companhias os incluem em seu planejamento é a atração e retenção de talentos.

Considerando a competitividade do mercado e, muitas vezes, a dificuldade para encontrar mão de obra qualificada para certas posições, fidelizar o profissional é uma forma de garantir que a relação se mantenha por um tempo maior.

Outra vantagem é a de ter uma equipe mais integrada, satisfeita e produtiva. Quando o colaborador sente que a empresa se preocupa com o seu bem-estar e vai além de suas obrigações legais, ele tende a criar uma relação mais profunda com seu empregador, produzindo mais e entregando melhores resultados.

Mas não são só os colaboradores que se beneficiam disso. Embora sejam pensadas para eles, as vantagens de oferecer benefícios espontâneos também refletem na empresa. Além de um time motivado e com melhor performance, como dissemos, a popularização desses benefícios no mercado gera maior competitividade, colocando a empresa em uma posição privilegiada na hora de se comunicar externamente.

Benefícios espontâneos x benefícios legais

A principal diferença entre os benefícios espontâneos e legais é, basicamente, a obrigatoriedade. Como o nome já diz, os benefícios legais são aqueles que devem ser oferecidos ao colaborador mediante determinação do Governo, como férias e 13º salário.

Por outro lado, os benefícios espontâneos são todos aqueles que são concedidos – como o nome também diz – espontaneamente. Eles diferem também dos benefícios flexíveis, que são montados diretamente pelos colaboradores a partir de uma quantia oferecida pela empresa.

O futuro do trabalho e o que considerar ao montar um pacote de benefícios

As relações humanas têm passado por grandes transformações. Se antes elas precisavam da presença física para serem constituídas, hoje a tecnologia cumpre grande papel nessa conexão.

Falando em conexão, a pandemia decorrente da Covid-19, por exemplo, fez com que as relações profissionais, em especial, precisassem ser reconfiguradas. O home office, antes abominado por muitos gestores, se tornou obrigatório por um certo tempo e posteriormente ganhou força, passando até a ser visto com bons olhos.

Além do home office, outros temas também conquistaram espaço entre as empresas e temas como assistências médicas e psicológicas e as extensões de licenças entraram de vez na pauta dos gestores e colaboradores. Juntos, estão ajudando a construir o futuro do trabalho.

Se você faz parte do time de Recursos Humanos e quer ampliar o programa de benefícios oferecido pela sua empresa, listamos a seguir alguns exemplos mais comuns. Entretanto, antes você precisa saber que para montar esse pacote é preciso levar alguns fatores em consideração.

Defina sua cultura

Os benefícios devem estar alinhados à cultura da empresa, para que comuniquem de maneira integrada quais são os valores da companhia e como se relacionam com o seu time.

Ouça o seu time

Outro ponto importante – e fundamental – é entender quem é o seu público interno. A melhor maneira de fazer isso é através de uma pesquisa. Ouça diretamente do seu colaborador o que para ele é um benefício relevante. Assim, você estará completamente alinhado com as expectativas da equipe.

Avalie seu orçamento

Por último, mas não menos importante, entenda qual verba o time tem disponível para trabalhar nessas ações. Muito ou pouco, sempre é possível oferecer soluções criativas e atrativas, mas isso precisa estar bem definido.

Benefícios espontâneos para oferecer aos colaboradores

Agora sim, pronto para saber mais sobre os benefícios espontâneos? Confira a seguir três dos benefícios tidos como tendência entre as empresas que atuam no Brasil, segundo uma pesquisa da Aon.

Home office

O trabalho à distância é um dos benefícios mais valorizados pelos profissionais. A dica é estabelecer uma política híbrida, que combine idas ao escritório e dias em casa.

Extensão de licenças

A família tem sido colocada como um bem cada vez mais valioso de 10 entre 10 pessoas. Por isso, muitas empresas têm estendido suas licenças além do que a lei obriga. No caso da licença maternidade, por exemplo, muitas têm ampliado o afastamento de quatro para seis meses.

Política para os aposentados

O tema da terceira idade também tem ganhado espaço no planejamento dos profissionais. Assim, benefícios que mirem essa fase estão se fortalecendo. É o caso de políticas de previdência que visam assegurar o conforto financeiro no futuro.

Além desses benefícios, outros estão se popularizando cada vez mais e se tornando desejados pelos profissionais. Entre eles, auxílio-educação, assistência médica e odontológica e programa de saúde mental.

Sobre a Onze

A Onze ajuda a sua empresa a levar a saúde financeira para a vida dos seus colaboradores. Conheça as soluções oferecidas!