Hunting: como encontrar o candidato ideal para sua empresa?

Por Redação Onze

hunting

Mais vantajoso do que o processo de recrutamento convencional, no qual a área de recursos humanos faz uma seleção de currículos, o hunting é uma busca diferenciada por profissionais especializados no mercado de trabalho.

Sua aplicação pode ser feita tanto por meio de serviços terceirizados, como a contratação de empresas que realizam essa busca, quanto através de networking, plataformas tecnológicas ou redes sociais. Os benefícios são inúmeros, e para tirar o maior proveito é importante entender como ela funciona e qual o momento certo de usá-la.

Veja a seguir mais informações sobre o processo de hunting e como ele pode ajudar você a encontrar o candidato ideal para sua empresa.

Como funciona o processo de hunting

O termo hunting – que em inglês significa “caça”- é bastante conhecido na área de recursos humanos como busca ativa pelo candidato ideal. Em outras palavras, é quando a empresa vai ao mercado atrás do perfil que melhor atende suas expectativas, ao invés de esperar elas aparecerem após a divulgação de uma vaga. A técnica de recrutamento convencional também é chamada de search e é indicada para vagas operacionais.

Ideal para ocupar vagas estratégicas que demandam profissionais mais especializados, o hunting garante vários benefícios para empresa:

  • maior assertividade e agilidade nos processos de seleção;
  • redução nos custos tradicionais com contratação;
  • diminuição de erros na escolha de novos funcionários;
  • maior controle dos índices de turnover.

Geralmente o hunting não é executado pelo profissional tradicional de RH, mas sim por um especialista em recrutamento denominado headhunter, que usa técnicas específicas para chegar ao candidato ideal, como networking, softwares, ou até mesmo, redes sociais como o Linkedin – que hoje já oferece pacotes voltados à seleção de profissionais estratégicos.

Maiores vantagens do hunting

Conforme vimos até aqui, o hunting deve ser visto como um investimento para empresa, porque oferece uma série de vantagens. Entre elas, podemos destacar:

Contratação de profissionais estratégicos

O processo de hunting ajuda a localizar profissionais mais alinhados a uma vaga que exija características específicas, como é o caso de cargos estratégicos ou de alta gestão. São vagas para as quais, muitas vezes, os candidatos não se inscrevem para o processo seletivo e precisam ser abordados por um headhunter.

Maior assertividade na contratação

Esse tipo de recrutamento foca em profissionais que obedeçam aos critérios necessários para o cargo e utiliza técnicas diferenciadas para avaliar o candidato. dessa forma, a empresa foge dos erros comuns que acontecem numa seleção de currículos, e as chances de acertar na escolha do profissional são maiores.

Mais agilidade nos processos

Além do custo, o processo seletivo realizado no formato convencional costuma levar muito tempo entre a divulgação da vaga e a escolha do profissional. Com o hunting, é possível pular a etapa de divulgação, e a triagem é feita de uma forma diferente e mais objetiva, na qual o headhunter faz o mapeamento atrás dos candidatos.

Como fazer do jeito certo?

Para aplicar o hunting com eficácia no recrutamento de um profissional, é importante que a empresa siga um passo a passo. Veja quais são as principais etapas:

1. Definição da vaga e candidato ideal

O primeiro passo antes de iniciar o processo de hunting é definir todos os detalhes da vaga a ser preenchida. Também é preciso estabelecer o perfil que o candidato ideal deve possuir para ocupá-la, como conhecimentos técnicos e comportamentais, expectativas para o futuro, experiências, visão de mercado e fit cultural.

2. Contratação do headhunter ou empresa

Após ter todos os dados definidos sobre a vaga e o perfil, o próximo passo é definir quem fará a busca. Atualmente, existem ferramentas disponíveis no mercado como plataformas e redes sociais que auxiliam profissionais no recrutamento especializado, e também há empresas que oferecem esse tipo de serviço.

3. Mapeamento do mercado

Nesta etapa, o headhunter geralmente faz um cruzamento com o mercado, para entender se as características definidas para o candidato e a remuneração oferecida faz sentido. Em seguida, ele inicia um mapeamento em todos os canais, buscando conhecer cada candidato em potencial para fazer a abordagem mais adequada.

4. Abordagem dos candidatos

Esta é uma das etapas mais importantes, pois é neste momento que o headhunter aborda os candidatos mais aderentes à vaga. Ser informal é uma dica fundamental para entender um pouco mais sobre a situação atual do profissional, como por exemplo saber se ele está empregado e satisfeito.

5. Proposta

Por fim, após definir os candidatos que mais se adequaram à vaga, o headhunter apresenta seus resultados ao RH, que deve considerar as vantagens de cada um, bem como desvantagens, e assim definir para quais deverá apresentar uma proposta para finalizar a escolha do profissional ideal.



Como a Onze faz a diferença na hora do recrutamento?

Para empresas que buscam formas de atrair os melhores talentos, ter uma boa reputação no mercado como marca empregadora é fundamental. Mas, ter um pacote de benefícios atrativos também faz a diferença.

A Previdência Privada Corporativa oferecida pela Onze é uma excelente alternativa voltada para instituições que pensam na saúde financeira do seu trabalhador. Quer saber mais informações, entre em contato conosco e veja como a solução pode ajudar sua empresa na hora de encontrar o candidato ideal.