Telemedicina para empresas: o que você ganha ao oferecer o benefício para os colaboradores

Por Redação Onze

Telemedicina-para-empresas

Mais rápido e acessível do que a medicina convencional, a telemedicina já era vista como uma forte tendência da saúde, mas se tornou ainda mais promissora durante a pandemia, quando as pessoas tiveram que recorrer ao isolamento social para combater o vírus da Covid-19. Com vantagens para os colaboradores e para a própria empresa, atualmente a opção de telemedicina para empresa já é uma realidade e oferecida como um dos benefícios corporativos aos colaboradores.

Para ajudar a compreender como funciona a telemedicina na prática, e entender por que pode ser tão útil nas organizações, vamos falar detalhar o assunto neste artigo.

Confira e boa leitura!



O que é telemedicina?

Na prática, a telemedicina consiste na possibilidade de oferecer atendimento para pacientes à distância, usando tecnologias e ferramentas que permitam oferecer assistência médica, educação, pesquisa, prevenção de doenças e promoção da saúde.

Legalizada somente em abril de 2020, a telemedicina já estava presente no Brasil desde a década de 90, e geralmente era usada para emissão de laudos. Por conta da necessidade de isolamento social na pandemia, a prática ganhou espaço com a oferta de programas de assistência e cooperação remota à saúde, permitindo consultas à distância em tempo real.

Nas empresas, a telemedicina pode ser um benefício oferecido pelo próprio plano de saúde empresarial, e funcionar como um aliado na hora de zelar pela saúde do colaborador, porque descomplica o acesso aos serviços de saúde, e ajuda na elaboração, divulgação e monitoramento de campanhas de conscientização que sejam mais completas e eficientes.

Quais os benefícios da telemedicina para empresas?

Dentre as vantagens que a telemedicina para empresas pode proporcionar, destacamos abaixo algumas que são benéficas tanto para saúde do colaborador quanto para empresa:

  • Maior produtividade: Como possibilita a realização de consultas e diagnósticos à distância, e diminui a necessidade dos colaboradores se ausentar por muito tempo do trabalho, a empresa consegue ter maior controle sobre sua produtividade;
  • Redução de custos: Como os procedimentos podem ser feitos à distância e não há a necessidade de locomoção do colaborador ou profissional, nem envio de laudos por correio, a empresa consegue diminuir custos para todos os envolvidos;
  • Atendimento rápido: Por serem feitos à distância, os diagnósticos podem ser mais rápidos, e, consequentemente o colaborador não precisa esperar muito tempo para iniciar um tratamento, o que é benéfico para ele e para empresa;
  • Maior segurança: Todos os documentos referente ao atendimento do colaborador como exames, histórico médico, entre outros, são registrados de forma online, o que evita extravios e perdas, e agiliza na troca e checagem de informações;
  • Promoção à saúde: É uma forma mais eficiente de zelar pela saúde física, mental e social do colaborador, com campanhas de conscientização que visem estimular hábitos saudáveis, avaliações médicas de rotina, entre outros cuidados.

A importância do plano de saúde com telemedicina

Além da pandemia, a preocupação com a saúde física e mental tem crescido e quando oferece o plano de saúde, a empresa se destaca como um bom lugar para trabalhar e ajuda a zelar pela saúde do colaborador, que cada vez merece mais atenção.

Hoje, o plano de saúde é considerado o benefício mais desejado no mercado de trabalho, e além de proporcionar vantagens para a empresa, é uma ótima ferramenta de gestão capaz de prevenir problemas com burnout e turnover.

Quando a assistência médica também inclui o serviço de telemedicina empresarial para seus beneficiários, a organização ainda garante que seus colaboradores tenham acesso aos serviços de saúde com mais praticidade e flexibilidade.

5 cuidados para escolher o plano de saúde

Para ajudar empresas que ainda não tenham contratado um plano de saúde, ou estejam pensando na possibilidade de trocar a operadora, listamos alguns cuidados na escolha:

  1. Custo: como os valores mudam de uma operadora para outra, o ideal é pesquisar quais são as melhores opções do mercado, conhecer as suas condições, simular e comparar preços para ver qual tem o melhor custo benefício.
  2. Abrangência: como existe abrangência local, regional e nacional, é preciso avaliar qual atende melhor seus colaboradores. No caso de empresas com colaboradores que viajam muito, um plano com abrangência local pode deixar a desejar.
  3. Cobertura: no geral, todo plano de saúde oferece algumas coberturas obrigatórias, mas ainda assim é importante confirmar com a operadora tudo que ela oferece, para não ser pego de surpresa quando o colaborador sofrer algumas negativas.
  4. Perfil dos colaboradores: para encontrar o melhor plano de saúde para a empresa, é fundamental conhecer o número de colaboradores, a faixa etária, estado civil, e se eles têm muito dependentes, informações que podem impactar nos custos.
  5. Carência e Reajuste: mesmo que todos os outros detalhes já tenham agradado, há um último ponto a observar, como funcionam as carências e também os reajustes, porque eles podem dar dor de cabeça se não estiverem bem esclarecidos.

Como a Onze também pode ser útil para a saúde dos colaboradores?

Gestora de investimentos com foco na saúde financeira do brasileiro, a Onze tem entre os seus produtos uma solução voltada para empresas que visam proporcionar maior qualidade de vida aos seus colaboradores, a Previdência Privada Corporativa. A solução, que pode ser integrada ao sistema de benefícios da sua companhia, pode diminuir uma das principais preocupações das pessoas hoje em dia, que é a sua segurança financeira.

Para saber mais, entre em contato e veja como podemos diminuir o estresse financeiro dos seus colaboradores, e consequentemente trazer bons resultados para sua empresa.