Vale-combustível: sua empresa precisa oferecer esse benefício?

Por Redação Onze

vale combustível

Em tempos de alta nos preços da gasolina, falar em vale-combustível pode parecer loucura para muitos empresários, já que, na teoria, isso poderia aumentar os custos operacionais da empresa. Todavia, na prática, benefícios voltados à mobilidade além de estarem entre os mais desejados pelos colaboradores, ajudam a melhorar a produtividade e o engajamento, e ainda contribuem com a atração e retenção de talentos, que são grandes desafios do RH.

Neste sentido, ao contrário do que muitos acreditam, o vale-combustível pode representar muito mais um investimento do que uma despesa, para empresas que apostam em benefícios flexíveis. Mas, ao mesmo tempo, será que sua empresa precisa mesmo oferecer esse auxílio? O que diz a lei sobre ele e como saber se está na hora de investir nisso? Para esclarecer suas dúvidas, preparamos um artigo sobre o assunto.



Como funciona o vale-combustível?

O vale-combustível, também conhecido como auxílio combustível, nada mais é do que uma quantia disponibilizada pela empresa, para custear as despesas dos colaboradores com deslocamentos feitos durante o expediente com o próprio carro. Seja para o trajeto de ida ou volta para casa, ou até mesmo para viagens a trabalho ou visitas a clientes, apesar de não ser obrigatório, ele é uma forma de auxiliar o colaborador com os gastos.

O pagamento deste benefício pode ser feito de diferentes formas, seja por ticket ou cartão corporativo. Em alguns casos, inclusive pode substituir o vale-transporte, atendendo às necessidades específicas de cada colaborador, já que muitos têm suas particularidades, e nem sempre o transporte convencional é a opção que melhor atende a todos.

Mas, no geral, o vale-combustível é adotado por empresas que buscam mais praticidade e autonomia em suas rotinas administrativas, diminuindo a burocracia do reembolso de colaboradores, por exemplo. O auxílio ainda agrega valor para companhias que buscam se diferenciar no mercado na busca dos melhores candidatos para suas vagas de emprego.

O que diz a lei sobre o vale-combustível?

Embora o vale-combustível seja usado para mobilidade do colaborador, ele não é um direito trabalhista previsto na CLT, e portanto o empregador não tem obrigação em concedê-lo. Na legislação, as únicas informações que constam sobre o assunto, são as mesmas que tratam do vale-transporte, direito que é garantido por lei com desconto de 6% no holerite.

Como se trata de uma verba de natureza salarial, é importante lembrar que o auxílio combustível pode incidir no 13º salário, FGTS, férias, entre outros custos, e nestes casos, ele precisa ser pago ao colaborador em forma de cartão ou ticket. O benefício só não é incluído no salário quando seu pagamento é feito em dinheiro com caráter indenizatório como forma de reembolso por uma despesa que é responsabilidade da própria empresa.

De toda forma, a principal regra prevista na legislação é que apenas o vale transporte pode ser descontado na folha de pagamento. Sendo assim, mesmo que a empresa conceda o vale-combustível, ela não pode efetuar nenhum desconto no salário do colaborador, e a sua concessão precisa ser previamente acordada entre ambas as partes no início do contrato.

Quais as vantagens do vale-combustível?

Para entender se vale a pena implantar o vale-combustível na sua empresa, listamos abaixo as principais vantagens que o benefício pode oferecer. Confira:

  • Visitas e reuniões externas: Ideal para empresas e cargos que precisam de muitos deslocamentos, como visitas a clientes e reuniões externas, o auxílio torna essa logística mais assertiva e ao mesmo tempo mais econômica.
  • Autonomia ao colaborador: Por não ser uma obrigação prevista em lei, o vale-combustível é um benefício flexível, que cabe ao colaborador decidir se ele é a melhor opção para atender suas necessidades ao invés do vale transporte.
  • Controle de frotas: Para empresas que precisam lidar com a gestão de frotas, esse benefício ajuda a ter um maior controle das despesas, e também a prevenir custos para garantir agilidade ao deslocamento da equipe e evitar imprevistos.
  • Redução de gastos: Como ajuda a prevenir custos e a gerenciar as despesas, o uso do cartão de vale transporte diminui a necessidade de reembolsar as despesas dos colaboradores, o que torna o processo mais simples e menos custoso.
  • Satisfação dos colaboradores: Além de aumentar a liberdade de escolha dos colaboradores, o benefício também ajuda nas despesas do colaborador, diminuindo o seu estresse financeiro e promovendo mais satisfação e engajamento do mesmo.

Por que vale investir na mobilidade dos colaboradores?

Pensando em todas as vantagens oferecidas, o vale-combustível é indicado para empresas com muitos deslocamentos externos, que buscam reduzir custos com reembolso, diminuir a burocracia, ou queiram investir no engajamento e na produtividade dos colaboradores, como é o caso das empresas que possuem o selo de melhores lugares para se trabalhar.

Além do vale-combustível e vale transporte existe ainda a possibilidade do benefício fretado, que consiste em um ônibus particular contratado pela empresa exclusivamente para transporte da equipe. Vale ressaltar que o auxílio à mobilidade é fundamental para melhorar a atração e retenção de talentos, um dos principais desafios do RH nos dias de hoje.

Como a Onze pode ajudar a dar mais qualidade de vida ao colaborador?

Para empresas que buscam investir na qualidade de vida dos colaboradores, a Previdência Privada Corporativa da Onze é uma ótima alternativa, porque ajuda a controlar as finanças e a reduzir o estresse financeiro, considerado uma das maiores causas de absenteísmo nas organizações, e também um dos problemas que levam as pessoas à outras doenças.

Quer saber mais informações sobre a Previdência Privada Corporativa da Onze? Entre em contato conosco, e veja como a solução pode ajudar a ter equipes mais comprometidas.