Recrutamento interno: conheça os tipos, as vantagens e saiba como fazer o processo

Por Redação Onze

recrutamento interno

O que é o recrutamento interno?

O recrutamento interno é um processo seletivo de profissionais para determinada vaga na empresa que é aberto para colaboradores da própria organização. Na prática, a empresa anuncia internamente qual é a posição que está vaga e cria a oportunidade para que colaboradores de nível hierárquico abaixo dela concorram à posição.

Ao atrair talentos de dentro da própria empresa, o recrutamento interno oferece algumas vantagens:

Custo e tempo reduzidos

Como o RH não precisa anunciar a vaga externamente, realizar longos testes e entrevistas e a burocracia para contratar é menor, o custo e o tempo dedicados ao recrutamento são reduzidos. Além disso, como o colaborador já conhece a forma da empresa atuar, os custos com treinamentos também são menores.

Facilita a adaptação

Como colaborador já conhece a cultura organizacional, os processos internos, as metas e os valores da empresa, sua adaptação à nova função é mais simples e menos arriscada do que ao contratar um novo profissional – há sempre a chance dele não se adequar à cultura do negócio.

Motiva e valoriza o capital humano

Dar a oportunidade para que os colaboradores evoluam dentro da sua empresa é uma das melhores formas de motivá-los a trabalhar com dedicação e de continuar aprendendo e desenvolvendo suas habilidades profissionais.

Retém os melhores talentos

Os melhores profissionais do mercado desejam atuar em locais onde existe um plano de carreira que lhes permite crescer na profissão e aumentar o patrimônio – e o recrutamento interno é o instrumento ideal para criar tais oportunidades.

Tipos de recrutamento interno

Existem basicamente quatro tipos de recrutamento interno que as empresas costumam realizar. Veja quais são:

  • Promoção: Quando um colaborador interno é promovido a uma função superior e cresce na hierarquia da empresa;

  • Transferência:
    Quando o colaborador de um setor recebe uma nova função de nível equivalente em outro departamento na mesma empresa;
  • Temporário para permanente: Quando um estagiário ou trainee desempenha um bom trabalho na empresa e recebe um cargo permanente;
  • Abertura de vaga: Quando a empresa comunica a todos os setores que existe uma vaga aberta e permite que qualquer colaborador concorra à posição.

Existe ainda a possibilidade do RH executar um processo de recrutamento misto, que mescla o recrutamento interno e o recrutamento externo ao selecionar profissionais tanto de dentro quanto de fora da empresa.

Como fazer o recrutamento interno?

A principal política que a empresa deve seguir ao realizar o processo de recrutamento interno é: transparência total. Para evitar que desconfianças possam surgir ou conflitos entre os colaboradores extremamente prejudiciais ao ambiente de trabalho, é preciso que eles tenham a certeza de que as decisões tomadas ao fim do recrutamento são imparciais e objetivas.

Confira um passo a passo de como fazer um processo de recrutamento interno:

  • Levante informações sobre os colaboradores e recrute informalmente: Junto com o RH, avalie competências, habilidades, e especializações para verificar se há candidatos adequados à vaga dentro da sua própria equipe;
  • Divulgue a oportunidade: Use as ferramentas de comunicação da empresa para anunciar a todos os colaboradores que há um cargo vago e deixar claro quais são as aptidões exigidas – as novas tecnologias de RH são extremamente eficazes para tal;
  • Realize os testes necessários: Uma vez que os candidatos se apresentem, teste seus conhecimentos, avalie seus comportamentos e execute dinâmicas de forma semelhante à que faria em um recrutamento externo;
  • Escolha a pessoa certa: Certifique-se não só de que o candidato escolhido possui todas as características certas para adaptar-se à nova função mas também que as expectativas que ele próprio tem para o novo cargo podem ser atendidas;
  • Dê feedback a todos: Não deixe de dar um retorno adequado a todos os demais candidatos para proporcionar uma experiência satisfatória e não esvaziar futuros recrutamentos internos.

Sobre a Onze

Valorizar o colaborador é valorizar o maior recurso que sua empresa possui: o capital humano. Ter a oportunidade de crescer dentro do local de trabalho é indispensável para haver motivação, dedicação e engajamento.

Isso inclui aumentar o próprio patrimônio financeiro – e a Previdência Privada Empresarial, benefício corporativo que é oferecido pela Onze, é o melhor instrumento para atrair e reter os grandes talentos do mercado.

Leia também