Liderança autocrática: dicas para exercê-la com eficácia!

Por Redação Onze

liderança autocrática

A sobrevivência de uma empresa depende de duas coisas básicas: estratégia e liderança. Afinal, o equilíbrio entre essas forças é fundamental para o sucesso do negócio. No entanto, ter bons líderes é um dos maiores desafios das organizações nos dias de hoje.

Atualmente, 54% dos executivos brasileiros não estão plenamente confiantes com suas lideranças, como aponta estudo feito pela consultoria Robert Half em parceria com a Fundação Dom Cabral. Uma das maiores causas dessa percepção negativa é a falta de preparo com a qual muitos profissionais chegam aos cargos de gestão, assumindo estilos de liderança que nem sempre são os mais indicados para realidade de determinada equipe ou empresa.

Quando falamos da gestão de recursos humanos é comum nos depararmos com três tipos de liderança no mercado: liberal, democrática e autocrática. Cada uma delas tem vantagens e desvantagens que se diferenciam entre si, e entendê-las é indispensável.

Neste artigo, nós vamos falar um pouco mais sobre a liderança autocrática, explicar suas características e trazer dicas sobre como exercê-la com eficácia.



O que é liderança autocrática?

Mais comum em empresas que não querem deixar margem para erro, ou naquelas em que a equipe possui pouca experiência e qualificação, a liderança autocrática é aquela na qual as decisões são centralizadas no gestor, que define e estrutura os processos, bem como acompanha de perto o cumprimento deles para evitar falhas e desvios.

Neste estilo de liderança, a gestão de pessoal é realizada sem espaço para negociação ou flexibilização. Mesmo que haja participação dos colaboradores com sugestões e opiniões, ou até mesmo ocorra feedbacks entre gestores e subordinados, a resposta final sempre será do líder. No geral, ela costuma ser exercida em cargos de direção – como CEOs, por exemplo – que ditam os caminhos a serem seguidos pela empresa.

Também chamada de liderança autoritária, a liderança autocrática muitas vezes é temida no ambiente de trabalho, porque transmite a sensação de domínio e opressão. No entanto, em muitos casos ela é recomendada e pode trazer bons resultados para a empresa – desde que seja adotada com certos cuidados que garantam um clima organizacional agradável.

Vantagens e desvantagens da liderança autocrática

Antes de falarmos sobre os cuidados para ser um bom líder autocrático, vale entender quais são as vantagens e desvantagens deste tipo de liderança.

Vantagens:

Desvantagens:

  • Menos espaço para criatividade e inovação;
  • Baixo desenvolvimento organizacional;
  • Alta dependência do líder;
  • Desvalorização dos colaboradores;
  • Possibilidade de ressentimentos e conflitos na equipe;
  • Queda na produtividade.

Como ser um bom líder autocrático?

Ser um líder autocrático exige alguns cuidados básicos, principalmente se um dos desafios da empresa está na atração e retenção de talentos. Afinal, os candidatos também estão mais criteriosos na hora de aceitar uma oportunidade de trabalho. Portanto, neste sentido, nós listamos abaixo algumas dicas indispensáveis para liderança autocrática:

  • Faça uma autoavaliação da sua liderança e reflita sobre suas ações;
  • Tente entender quais aspectos deste tipo de liderança pode trazer problemas;
  • Procure saber o quanto os membros da sua equipe estão motivados;
  • Desenvolva o hábito de escutar os colaboradores e ter mais empatia;
  • Sempre que necessário, não hesite em reconhecer os seus erros;
  • Na medida do possível, tente ser flexível com o processo produtivo e entregas.

O que a empresa deve fazer para ter bons líderes?

Investir na formação e desenvolvimento de líderes é uma estratégia que pode minimizar os problemas de uma liderança autocrática. Por meio de cursos e treinamentos, a empresa – por meio do RH – tem a chance de moldar o perfil do gestor de acordo com suas necessidades, e com isto ela consegue garantir um ambiente propício para o engajamento e produtividade da equipe.

Vale ressaltar que um bom líder não é aquele que sabe delegar tarefas, mas sim quem independentemente do seu estilo de liderar, consegue integrar toda equipe, coordenando as atividades com precisão.

Sendo assim, o desenvolvimento de liderança é uma ótima alternativa que visa capacitar profissionais e aperfeiçoar suas competências técnicas e comportamentais, para que eles possam desempenhar o papel de líder com eficiência.

Onze ajuda a motivar e engajar equipes

Para manter o foco na produtividade e nos resultados, uma das maneiras eficazes de ter a motivação e o engajamento dos colaboradores é preservando a saúde financeira deles. A Previdência Privada Corporativa é um benefício empresarial que visa ajudar seu time a organizar suas finanças e terem menos preocupações com o futuro. Oferecida pela Onze, ela é flexível e tem fácil implementação. Para saber mais informações, entre em contato conosco e veja como pode ser simples motivar e engajar sua equipe.