Liderança autocrática: dicas para exercê-la com eficácia!

Por Redação Onze

liderança autocrática

O que é liderança autocrática?

Mais comum em empresas que não querem deixar margem para erro, ou naquelas em que a equipe possui pouca experiência e qualificação, a liderança autocrática é aquela na qual as decisões são centralizadas no gestor, que define e estrutura os processos, bem como acompanha de perto o cumprimento deles para evitar falhas e desvios.

Neste estilo de liderança, a gestão de pessoal é realizada sem espaço para negociação ou flexibilização. Mesmo que haja participação dos colaboradores com sugestões e opiniões, ou até mesmo ocorra feedbacks entre gestores e subordinados, a resposta final sempre será do líder. No geral, ela costuma ser exercida em cargos de direção – como CEOs, por exemplo – que ditam os caminhos a serem seguidos pela empresa.

Também chamada de liderança autoritária, a liderança autocrática muitas vezes é temida no ambiente de trabalho, porque transmite a sensação de domínio e opressão. No entanto, em muitos casos ela é recomendada e pode trazer bons resultados para a empresa – desde que seja adotada com certos cuidados que garantam um clima organizacional agradável.

Vantagens e desvantagens da liderança autocrática

Antes de falarmos sobre os cuidados para ser um bom líder autocrático, vale entender quais são as vantagens e desvantagens deste tipo de liderança.

Vantagens:

Desvantagens:

  • Menos espaço para criatividade e inovação;
  • Baixo desenvolvimento organizacional;
  • Alta dependência do líder;
  • Desvalorização dos colaboradores;
  • Possibilidade de ressentimentos e conflitos na equipe;
  • Queda na produtividade.

Como ser um bom líder autocrático?

Ser um líder autocrático exige alguns cuidados básicos, principalmente se um dos desafios da empresa está na atração e retenção de talentos. Afinal, os candidatos também estão mais criteriosos na hora de aceitar uma oportunidade de trabalho. Portanto, neste sentido, nós listamos abaixo algumas dicas indispensáveis para liderança autocrática:

  • Faça uma autoavaliação da sua liderança e reflita sobre suas ações;
  • Tente entender quais aspectos deste tipo de liderança pode trazer problemas;
  • Procure saber o quanto os membros da sua equipe estão motivados;
  • Desenvolva o hábito de escutar os colaboradores e ter mais empatia;
  • Sempre que necessário, não hesite em reconhecer os seus erros;
  • Na medida do possível, tente ser flexível com o processo produtivo e entregas.

O que a empresa deve fazer para ter bons líderes?

Investir na formação e desenvolvimento de líderes é uma estratégia que pode minimizar os problemas de uma liderança autocrática. Por meio de cursos e treinamentos, a empresa – por meio do RH – tem a chance de moldar o perfil do gestor de acordo com suas necessidades, e com isto ela consegue garantir um ambiente propício para o engajamento e produtividade da equipe.

Vale ressaltar que um bom líder não é aquele que sabe delegar tarefas, mas sim quem independentemente do seu estilo de liderar, consegue integrar toda equipe, coordenando as atividades com precisão.

Sendo assim, o desenvolvimento de liderança é uma ótima alternativa que visa capacitar profissionais e aperfeiçoar suas competências técnicas e comportamentais, para que eles possam desempenhar o papel de líder com eficiência.

Onze ajuda a motivar e engajar equipes

Para manter o foco na produtividade e nos resultados, uma das maneiras eficazes de ter a motivação e o engajamento dos colaboradores é preservando a saúde financeira deles. A Previdência Privada Corporativa é um benefício empresarial que visa ajudar seu time a organizar suas finanças e terem menos preocupações com o futuro. Oferecida pela Onze, ela é flexível e tem fácil implementação. Para saber mais informações, entre em contato conosco e veja como pode ser simples motivar e engajar sua equipe.

Leia também