Como o salário indireto ajuda a atrair os melhores profissionais para sua empresa

Por Redação Onze

salario indireto

Todo acordo de trabalho está diretamente ligado a uma remuneração. Embora isso esteja muito claro para profissionais e empresas, o fato é que hoje o salário vai além da quantia apresentada no holerite. É onde entra o salário indireto, uma das opções que ajudam a compor o pacote de remuneração.

Neste texto, você confere o conceito e como o salário indireto ajuda a área de Recursos Humanos a criar oportunidades mais atraentes na disputa pelos melhores profissionais do mercado.

Salário e o futuro do trabalho

Antes de tratar do salário indireta, cabe destacar a relação entre salário e o futuro do trabalho.

Uma pesquisa feita em 2017 pela seguradora Zurich, em parceria com a Universidade de Oxford, mostrou que apenas 19% dos entrevistados brasileiros escolheriam salários mais altos no lugar de benefícios. Cinco anos depois isso não mudou.

De acordo com um levantamento feito pela empresa Flash, 54% dos profissionais preferem melhores benefícios a melhores salários em 2022. Isso significa que os benefícios têm ocupado uma posição de cada vez mais destaque.

No futuro do trabalho, empresas que pensam no bem-estar de seu time são mais valorizadas. Basta olhar para as premiadas pelo Great Place to Work para entender que mais que empresas consolidadas, elas também são empresas que olham para o seu time e entendem suas necessidades.

O que é salário indireto e quais os outros tipos de salário

Se você faz a gestão de pessoas da sua empresa ou a gestão de benefícios, saber quais são os tipos de salário é fundamental. Só assim, você tem insumos para pensar em soluções que atraiam e retenham talentos, ao mesmo tempo em que garantem um plano de cargos e salários bem estruturado e que não comprometa as estratégias da companhia.

Salário indireto

Considerando as pesquisas citadas acima, um dos tipos que mais tem se destacado atualmente é o salário indireto. O salário indireto recebe esse nome porque não consiste no salário em si, mas sim em benefícios que, indiretamente, compõem a remuneração final.

Quando falamos nessa modalidade nos referimos a benefícios como:

Além do salário indireto, veja abaixo quais são os outros tipos:

Salário direto

Basicamente, o salário direto é aquele que é negociado entre empresa e profissional no momento da contratação. Também é conhecido como salário bruto, já que corresponde à quantia total e que serve como base para os cálculos trabalhistas.

Salário líquido

Esse é um dos tipos de salário mais conhecidos pelos colaboradores. Afinal, representa a quantia que, de fato, é recebida ao final de um mês. O salário líquido é definido após todos os descontos obrigatórios serem debitados do salário direto.

Além desses, ainda há o salário mínimo, que é a remuneração mínima a ser paga de acordo com a lei, e o variável, que funciona como um programa de recompensas a partir do desempenho do profissional e, porque não, uma espécie de premiação.

Como montar um plano de salário atraente para os colaboradores

Se você quer atrair e reter bons talentos para a sua empresa, a primeira coisa que deve saber é que o salário não é suficiente. Como mostram as pesquisas, o colaborador enxerga mais valor – ou tem maior preferência – em outros benefícios que compõem o sistema de remuneração que o próprio salário bruto.

Se você quer bolar um plano de salário atraente para a sua companhia, confira três dicas que reunimos para dar os primeiros passos:

Estude o mercado

Não é que a grama do vizinho seja mais verde que a sua, mas sem dúvidas o que seu concorrente faz pode provocar boas reflexões. Fazer benchmark com o mercado e entender a maneira como as empresas se posicionam é uma excelente forma de identificar as tendências de benefícios do momento, em especial nas companhias “queridinhas” dos profissionais.

Desenvolva uma política interna

Muitas empresas têm medo de oferecer remunerações diferentes por conta de questões relacionadas à equiparação salarial. Entretanto, o fato é que conhecimento e experiência são potencializadores profissionais.

Entender as capacidades e habilidades do seu colaborador é uma maneira de estabelecer uma política justa e adequada. Você não precisa reconhecê-lo apenas com uma remuneração bruta. Elaborar um plano de incentivo ou de bonificação também é um caminho para garantir sua satisfação.

Use e abuse do salário indireto

Muitas vezes incluir benefícios para os colaboradores é financeiramente mais vantajoso que elevar a remuneração fixa. Além de ser bom para a empresa, esse gesto também é bem visto pelo profissional.

Um exemplo extremamente valorizado é a assistência médica. Quando uma companhia oferece esse benefício, automaticamente o colaborador deixa de investir recursos e poupa parte da renda que eventualmente precisaria usar para pagar convênios particulares.

Os benefícios flexíveis também são bastante adotados por companhias que querem flexibilizar sua política de remuneração ao mesmo tempo em que dão liberdade para o próprio colaborador estabelecer suas prioridades.

Dica extra: pense no futuro do seu time

O amanhã tem sido cada vez mais priorizado pelas pessoas. E uma maneira das empresas contribuírem com esses planos é, como já dissemos, oferecendo benefícios relevantes. Um exemplo é a previdência privada, que oferece saúde financeira ao colaborador ao mesmo tempo em que mira o futuro.

A Onze é uma fintech focada em previdência, que auxilia os profissionais a desenvolverem sua independência e estabilidade financeira. Quer dar um up no seu pacote de benefícios? Conheça as soluções que a Onze oferece.